PREVENÇÃO – Programa de proteção solar da Cruz Vermelha Portuguesa quer chegar a 30 mil pessoas

0
3
A Cruz Vermelha Portuguesa
(CVP) vai aumentar estes ano o número de voluntários e de delegações envolvidos
no programa nacional de formação sobre proteção solar, que arrancou ontem. Representantes
de 60 delegações regionais vão receber formação sobre os comportamentos
saudáveis a ter em ambiente de exposição solar, para que possam transmitir as
regras essenciais para desfrutar do sol de forma cuidada a aproximadamente 30
mil pessoas. Este ano a equipa no terreno terá uma dimensão record, ultrapassando
os 800 voluntários.
Precisamente para passar
estas mensagens o programa “#OMEUSOL: vive + o verão” vai incluir um vasto conjunto
de ações de sensibilização, em 60 localidades, incluindo pela primeira vez duas
delegações nos Açores. Estes voluntários vão acompanhar perto de 30 mil pessoas
em atividades durante a época balnear, realizadas junto de praias fluviais, marítimas,
piscinas municipais e noutros eventos ao ar livre, promovidos pelas autarquias
do país.
As farmácias portuguesas
vão também associar-se a este projeto, conduzindo ações de sensibilização nas
escolas e fazendo a distribuição de material informativo nos seus espaços de
saúde. Isto permite reforçar a abrangência do projeto, fazendo chegar a
mensagem de sensibilização a ainda mais crianças, jovens e adultos.

Esta iniciativa tem
o apoio da Vichy, que desde 2007 financia a formação dos voluntários da CVP,
oferecendo proteção solar, bonés e sacos de praia para as ações de
sensibilização. Desenvolveu e produziu ainda os materiais e jogos pedagógicos
de apoio à implementação do projeto para crianças, jovens e adultos, materiais
que serão também disponibilizados nas farmácias parceiras do projeto.