GASTRONOMIA – Escuteiros de Figueira de Lorvão organizam IV Festival das Sopas e esperam receber enchente

0
2
Uma sopa de cogumelos,
apresentada por um particular do concelho é a grande novidade da quarta edição
do festival de Sopas de Figueira de Lorvão, que se realiza hoje à noite, no Largo
da Igreja. Uma iniciativa do Agrupamento de Escuteiros que tem vindo a
afirmar-se e a crescer, seja em número de panelas, seja de apreciadores.
Este ano, de acordo com o chefe
do Agrupamento 1316, Diogo Cruz, são 33 as sopas presentes. Os restaurantes do
concelho de Penacova garantem a maioria, com 15 sopas. As associações marcam
presença com seis propostas e 12 particulares aderiram ao desafio e também
prepararam a sua sopa para engrandecer a mesa do festival.
De peixe, da pedra, à lavrador ou
de cogumelos… são 33 as opções disponíveis e o limite e só mesmo o fundo da
panela. Com efeito, com o pagamento de cinco euros, à entrada do recinto, no
Largo da Igreja de Figueira de Lorvão, é possível provar todas as sopas
disponíveis e, se ainda houver “espaço na barriga”, há também broa caseira,
enchidos, sobremesas e, claro, bebidas, nomeadamente sumos, água e vinho. Se as
sopas são preparadas pelos restaurantes, associações e particulares, já estes
“mimos” representam o contributo dos pais dos escuteiros, com a garantia de
produtos 100% caseiros. «Por cinco euros pode fazer-se uma refeição completa»,
salienta Diogo Cruz.
«Promover a gastronomia e o
convívio entre a população do concelho» é o grande objectivo do Festival de
Sopas do Agrupamento de Escuteiros de Figueira de Lorvão. Todavia, Diogo Cruz
não deixa de reconhecer a importância que o evento assume na angaria- ção e
receitas, que permitem financiar as actividades do agrupamento, fundado em
2004, que actualmente reúne 70 crianças e jovens, entre os 6 e os 22 anos.
No ano passado o registo de
entradas contabilizou cerca de 800 pessoas, recorda o chefe, que acredita ser
possível aumentar, hoje à noite, esse número, com «mais mil pessoas».
O programa conta com a animação
da banda Saturno, um grupo da freguesia, nascida há cerca de 20 anos, «muito
acarinhada pelo público, que se voltou a juntar recentemente e vai animar, com
a sua música, uma noite dedicada ao convívio e à boa gastronomia.
O festival começa às 19h30 e o
desafio dos Escuteiros de Figueira de Lorvão é simples: «Tragam bastante
apetite!».
Júri e público elegem as melhores sopas

Os apreciadores de sopa vão,
também, ter a possibilidade de eleger a melhor sopa. Isto porque, além do júri,
constituído por representantes da Câmara de Penacova, Junta de Freguesia,
Paróquia, Escuteiros e Escola de Hotelaria de Coimbra, que vai apreciar e votar
as melhores sopas, também o público tem a possibilidade de dar o seu voto. As
três sopas mais votadas, nas três categorias, vão receber um prémio, mais uma
vez preparado pelos escuteiros. Depois da colher de pau do ano passado, este
ano a escolha recaiu num prato.

Manuela Ventura – Diário de Coimbra