CIÊNCIA VIVA – O céu de junho de 2016

0
3

O mês de junho assinala a chegada do Verão, mas antes disso
há muito para ver no céu noturno.

O dia 5 de junho é dia de Lua Nova, Lua que alcançará o
planeta Júpiter no dia 11. Nesse dia, o nosso satélite natural estará a apenas
dois graus da “super-estrela” que o maior planeta do Sistema Solar aparenta ser
no nosso céu.

Júpiter está na constelação do Leão, que de acordo com a
mitologia grega era o Leão da Nemeia, o maior leão do mundo. A lenda diz que
este atacava e comia pessoas, com muitos a perderam a vida a tentar abatê-lo,
porque a sua pele era quase impenetrável, só podendo ser furada pelas próprias
garras do Leão.

Matar o Leão da Nemeia foi o primeiro dos doze trabalhos de
Hércules, algo que o herói só conseguiu estrangulando o animal. Depois de o
abater, Hércules usou as próprias garras do Leão para lhe tirar a pele,
usando-a como proteção durante os restantes onze trabalhos.

Mas Júpiter tem concorrência como “super-estrela” no céu, já
que Marte atingiu o ponto de maior aproximação à Terra, dos próximos 26 meses,
no passado dia 30 de maio, tornando-o quase tão brilhante como Júpiter. Apesar
de já se estar a afastar, será ainda bastante brilhante durante este mês.


Para distinguir entre os dois, basta ver qual das
“super-estrelas” tem uma coloração alaranjada, cor devida à ferrugem que cobre
quase completamente a superfície de Marte.

Dia 12 a
Lua atingirá o quarto crescente. No dia 17, a Lua passará a sete graus de Marte e no
dia 18, a
apenas dois graus de Saturno.

E, finalmente, chegamos ao Verão! O hemisfério Norte entrará
nesta estação às 23h34 (hora legal de Portugal Continental) do dia 20 de junho,
hora a que ocorre o Solstício – o dia em que o Sol, no seu movimento aparente
no céu, atinge o ponto mais a Norte do Equador Celeste, e ao meio-dia solar
estará no ponto mais alto no céu de todo o ano. Este será o dia mais longo do
ano, com 14h18m de luz do dia na Madeira, e chegando às 15h10m no Norte de
Portugal Continental.

Quase a acabar o mês, no dia 27, a Lua chegará ao quarto
minguante. Nesse dia, não tentem encontrar a Lua no início da noite, pois ela
só nascerá por volta da uma da manhã. No entanto, se a procurarem ao amanhecer,
ela ainda estará visível, passando a Sul às 7h30, e a Sudoeste por volta das
9h30.

Boas observações.
Ricardo Cardoso Reis (Planetário do Porto e IA) – © 2016 – Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva 

Figura 1: Júpiter na constelação do Leão, a Oeste, por volta
das 22h30. (Imagem: Ricardo Cardoso Reis/Stellarium)
Figura 2: O trio da Lua, Saturno e Marte, virados a Sul, por
volta da meia-noite do dia 19 de junho. (Imagem: Ricardo Cardoso
Reis/Stellarium)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui