DESPORTO – António Marques ajudou Portugal a chegar ao bronze

0
2
Quatro vitórias em cinco partidas
valeram à equipa portuguesa BC1/BC2, que contou com o contributo do atleta da
Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC) António Marques, o 3.º lugar
no Boccia World Open da Póvoa de Varzim, que terminou ontem. Na fase de grupos,
Portugal bateu a Eslováquia, a Noruega e a Polónia, sendo afastado nas
meias-finais pelo Japão, mas conseguindo bater depois o Brasil no jogo que
decidiu a medalha de bronze.

Na vertente individual, António
Marques – que foi acompanhado pelo seu treinador Emílio Conceição – venceu três
dos quatro primeiros jogos, conseguindo dessa forma passar a fase de grupos e
os quartos-de-final, mas seria eliminado na meia-final para acabar a competição
no 4.º lugar.

Esta é a terceira medalha
internacional conquistada pelo desportista da APCC em menos de um mês, depois
de em Maio ter participado no Fazaa World Open, no Dubai, onde obteve o 1.º
lugar na prova de equipas e o 3.º na individual BC1. Estes resultados abrem
boas perspectivas para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, até porque a
prova da Póvoa de Varzim foi o último teste dos atletas que constituirão a
selecção portuguesa no grande evento que decorrerá no Brasil em Setembro. Além
disso, permitiram ainda acumular mais alguns importantes pontos para o ranking
que definirá os participantes do próximo Mun dial em 2018.

António Marques atingirá no
Brasil a sua sétima participação numa paralimpíada, onde defenderá o estatuto
de um dos três atletas mundiais com mais medalhas conquistadas (seis no total).
Actual 8.º classificado do ranking mundial BC1, é ainda o praticante de boccia
que há mais tempo compete em provas internacionais em todo o mundo. O boccia é
uma das modalidades desportivas praticadas na Associação de Paralisia Cerebral
de Coimbra, no âmbito do Departamento de Educação Física e Desporto, que desde
1984 participa regularmente em competições nacionais de boccia, tendo
conquistado mais de 30 títulos e contribuí – do com vários atletas para as
selecções nacionais.


Ass. Paralisia Cerebral de Coimbra 


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui