INCÊNDIO – Rápida intervenção dos bombeiros evitou o pior

0
2

Na madrugada de ontem, pelas 05h30m, na Mata do Maxial, Penacova, deflagraram três focos de incêndio, quase em simultâneo, a pouca distância uns dos outros. A localização próximo da estrada, a hora tardia em que ocorreram, sem vento ou calor que os provocasse de forma espontânea, levam a crer terem sido “obra” de mão criminosa, apesar de não se poder afirmar com toda a certeza.
Dois dos incêndios foram
rapidamente extintos, mas o terceiro ainda conseguiu destruir cerca de três hectares
de floresta, só sendo considerado extinto por volta das 11h00 da manhã de
ontem.
Não fosse a rápida e eficaz
intervenção dos bombeiros de Penacova, Brasfemes, Coimbra (Sapadores e
Voluntários), Miranda do Corvo e Poiares, num total de 98 operacionais apoiados
por 26 viaturas, era quase certo que o incêndio atingia maiores proporções,
causando assim grandes e óbvias preocupações às populações e aos operacionais no terreno, que desde o passado dia 11 não têm tido mão a medir, devido à calamidade que tem assolado a nossa região, com os incêndios da Mealhada e Mortágua.