DECO – Regresso às aulas sem precipitações!

0
2
As férias estão a terminar e o mês de Setembro
com o regresso às aulas está aí à porta.
 
É de extrema importância pensar, juntamente, com
as crianças em todo o material necessário. Contudo, não siga impulsos e pense
antes de comprar!
Muitos pais pensam que a compra de todo o
material escolar é a melhor opção antes do regresso à escola.
Contudo, devemos evitar impulsos, pois, por
vezes, nem tudo o que pensamos ser preciso é na realidade necessário, acabando
por desperdiçar dinheiro.
Deveremos apenas comprar aquele material escolar
essencial, como cadernos, canetas, lápis e mochilas, dando preferência às
marcas brancas.
Para determinadas disciplinas, consideramos que
deverá aguardar o pedido de material solicitado pelos professores.
Para que o seu orçamento familiar não seja
afetado drasticamente com o novo regresso às aulas, deixamos alguns conselhos:
– Fique atento aos descontos promovidos pelas
livrarias e hipermercados na compra de manuais e material escolar. Contudo,
antes de fazer a encomenda certifique-se de que está a comprar os manuais
corretos. Isto porque em algumas situações, se se enganar a fazer uma encomenda
corre o risco de a loja não aceitar a troca ou a devolução dos manuais.
– Recorra aos bancos de trocas de manuais
escolares. Se não tiver disponibilidade económica para conseguir comprar os
manuais escolares novos, saiba que poderá adquiri-los em “segunda mão” nos
sites de vendas online.
– Reserve uma parcela do subsídio de férias para
o pagamento das despesas escolares, evitando “derrapagens” no orçamento
familiar. 
– Não se esqueça de pedir a fatura, visto que os
gastos que as famílias enfrentam com a educação dos seus filhos podem ser
deduzidos em sede de IRS. 
– Faça uma lista de produtos escolares que
necessita. Verifique os artigos que realmente precisa de comprar e evita
desperdícios. Paralelamente, verifique o material escolar dos anos anteriores
que possa ser utilizado no novo ano que se aproxima.
Tânia Santana
Jurista
DECO Coimbra
  
Os leitores interessados em obter
esclarecimentos relacionados com o Direito do Consumo, bem como apresentar
eventuais problemas ou situações, podem recorrer ao Gabinete de Apoio ao
Consumidor da DECO, bastando, para isso, escreverem para a DECO – Rua Padre
Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317 Coimbra.