DECO | Purificadores de água – nem tudo o que parece é!

0
4
A DECO – Delegação Regional de
Coimbra tem recebido várias reclamações de consumidores, da região centro, que
têm sido abordados, no seu domicílio, por funcionários de empresas que fazem
análises gratuitas à qualidade da água.
Feitas as alegadas análises o
resultado é sempre o mesmo, isto é, a água não está apta para o consumo
doméstico, pelo que é apresentado aos consumidores um equipamento – purificador
de água – com vista a filtrar a mesma, tornando-a apta para o consumo.
A DECO alerta que as entidades gestoras
dos sistemas de abastecimento público estão adstritas a um conjunto de obriga-
ções com vista a assegurar a qualidade da água, com parâmetros específicos.
As demonstrações de filtros e
purificadores pretendem, por vezes, levar o consumidor a acreditar que a água
não apresenta a qualidade devida, recorrendo a experiências para eliminar os
sais minerais e outros compostos naturalmente dissolvidos na água, tornando-a
destilada.
O objetivo destas empresas visa a
aquisição por parte dos consumidores de equipamentos de filtragem de água, com
um custo bastante elevado.
Alertamos ainda que contratos
celebrados no domicílio poderão ser resolvidos no prazo de catorze dias após a
sua assinatura ou entrega do equipamento.
Aos consumidores que tiveram sido
vítimas destas práticas, a DECO está disponível na delegação, na rua Padre
Estêvão Cabral, 79, 5.º, sala 503/504, Coimbra, para informar, receber e
encaminhar as reclamações.
A DECO continuará a acompanhar
estas situações e a denunciar todas as práticas comerciais desleais que
prejudiquem os consumidores.