ACESSIBILIDADES – Socialistas exigem solução para IP3 e via Penacova-Poiares

0
5

Elza Pais, Pedro Coimbra e João
Gouveia, deputados do PS eleitos pelo círculo de Coimbra, efetuaram ontem uma
viagem em transporte pesado de mercadorias, entre Penacova e Vila Nova de
Poiares.

“Ficámos a perceber a dificuldade
de efetuar aquele percurso. É uma estrada sinuosa, estreita em algumas áreas, e
com abatimentos”, diria Pedro Coimbra aos jornalistas no final do percurso. A
iniciativa – promovida pela autarquia de Vila Nova de Poiares – serviu para
comprovar duas reivindicações antigas: a necessidade de requalificar o IP3 e de
construir uma ligação entre aquele Itinerário Principal e o município.

Cerca de 20 milhões de euros

De acordo com o deputado socialista, trata-se
de uma matéria “fundamental” para o desenvolvimento da zona industrial de
Poiares, onde estão instaladas cerca de uma centena de empresários e
industriais, que dão emprego a perto de mil trabalhadores.

“É urgente que se concretize essa
via. É uma curta distância – cerca de 10 quilómetros – , em linha reta, e que
pode ser alicerçada com recurso a fundos comunitários”, frisou Pedro Coimbra.
“Aquilo que nos parece mais lógico é a ligação fazer-se entre a zona industrial
de Vila Nova de Poiares e o nó de Miro, num custo estimado de cerca de 20
milhões de euros”, adiantou.

João Miguel Henriques, presidente
da Câmara de Vila Nova de Poiares, lembrou que a necessidade de uma ligação ao
IP3 não afeta apenas o seu concelho, ou o de Penacova, mas também outros
municípios vizinhos como Lousã, Góis ou Arganil. Presente na sessão de ontem,
Humberto Oliveira, do município de Penacova, partilhou a mesma ideia.

“Requalificação urgente do IP3”

A “requalificação urgente e
prioritária do IP3”, para que tenha condições de segurança e funcionalidade,
foi outra reivindicação feita ontem durante a conferência de imprensa.

“Trata-se de um itinerário com
grande índice de sinistralidade onde ainda hoje [ontem], uma pessoa morreu e
outras seis ficaram feridas num acidente perto de Santa Comba Dão. O IP3 é uma
das estradas mais perigosas do país, com níveis de tráfego muito intenso
agravado pela percentagem de pesados”.

Aliás, o próprio Governo já
reconheceu a importância de uma requalificação do itinerário. Tanto em relação
a um, como a outro assunto, os deputados do PS dizem estar “empenhados,
cooperantes e solidários” para sua a resolução, frisou Pedro Coimbra.


Patrícia Cruz Almeida – Diário As Beiras

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui