CIM Região de Coimbra disponível para projeto estruturante da fileira florestal

0
2

O Conselho Intermunicipal da CIM Região de
Coimbra manifestou a sua disponibilidade para colaborar com a Universidade de
Coimbra (UC) e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro
(CCDRC) num projeto estruturante da fileira florestal.
Na sessão, que decorreu no Habitat de Inovação
Empresarial nos Sectores Estratégicos (HIESE) em Penela, Amílcar Falcão e
Alfredo Dias, da UC, apresentaram aos representantes dos 19 municípios, entre os quais Penacova, que
compõem a CIM o programa “Forest for Future” que, segundo os investigadores, é
o instrumento necessário para o cumprimento do caráter inteligente que 
se pretende
para este domínio da região, contemplando desta forma ações que respondem
de forma concreta “aos constrangimentos identificados para a fileira da
floresta no contexto regional”.
O consórcio a constituir, e a que se pretende associar a CIM
Região de Coimbra, irá abarcar várias entidades relevantes de Investigação
e Desenvolvimento (I & D) na região
 Centro, como
é o caso do Centro de Inovação e Competências da Floresta (SERQ).
Refira-se que a floresta é um recurso estratégico para a
economia da Região de Coimbra, contemplado como tal na respetiva Estratégia de
Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente (RIS3), e com
um papel determinante que vai além da realidade económica, pois influencia a
identidade cultural e assume papel relevante no combate à desertificação das
zonas interiores do país e da região.
A fileira florestal representa na região de Coimbra mais de
50 por cento das exportações sendo um dos setores mais importantes da economia
regional.