FUTEBOL DISTRITAL – Uma questão de regularidade

0
2

São dias felizes para quem gosta
de futebol. Dá gosto acompanhar a par e passo as lutas desenfreadas que um
“futebol de paixões” proporciona na vertente distrital.
A Divisão de Honra AFC está ao
rubro, com uma liderança partilhada entre Condeixa e Sourense que ao fim de 15
jornadas somam 35 pontos. Mas os dois emblemas têm por perto o Oliveira do
Hospital (34) e Ançã (32). Os quatro emblemas cerram fileiras no topo do
principal patamar do futebol distrital decorrida que está uma volta e
afiguram-se como os protagonistas à conquista do ceptro distrital e consequente
subida ao Campeonato de Portugal.
Com “meia parte” já disputada, o
Condeixa ostenta o melhor ataque (39 golos), secundado por Penelense (37) e
Sourense (28). Em sentido inverso, Lousanense (9) e Sepins (9) são os menos
concretizadores.
No que toca às defesas, o
Sourense (8) é quem menos vezes viu as suas redes serem batidas, logo seguido
do trio Condeixa, Oliveira do Hospital e Pampilhosense (9). Do lado oposto, o Pereira
é o emblema que mais golos sofreu (51), juntamente com Lousanense (37) e Sepins
(35), um trio que, de resto, ocupa a cauda da classificação da Divisão de Honra
AFC.
Equipas do pódio jogam fora de casa
Assim, para este domingo, não
faltam motivos para os amantes dos “desporto-rei” optarem por um dos sete
campos do distrito (o União FC-Ançã foi adiado para o dia 29) nos quais a bola
vai rolar.
Olhando para o topo, Sourense e
Condeixa visitam Febres e Penelense, enquanto o Oliveira do Hospital vai até ao
reduto do Vinha da Rainha.
Em Fala, Vigor (8.º) e
Pampilhosense (6.º) prometem um belo espectáculo. Eirense e Tocha têm o factor
casa e alguma dose de favoritismo nas recepções a Pereira e Lousanense.
Em Poiares, há jogo de “aflitos”,
com os poiarenses a receberem o “lanterna vermelha” Sepins. Tendo em conta que
o distrito de Coimbra terá as suas cinco equipas do Campeonato de Portugal a
lutar pela permanência, o “fosso” de queda para o segundo patamar distrital
estará sempre dependente do que elas fizerem. A incerteza irá sempre durar até
final.
1.ª Distrital equilibrada
As emoções estendem-se ao segundo
patamar das provas distritais, no qual a segunda abriu no último domingo e logo
com 27 golos em sete jogos (quase quatro golos por en contro e houve um
“nulo”).
Este domingo, o líder Lagares da
Beira recebe o S. Silvestre, enquanto o Arganil (2.º) visita o reduto do Águias
(4.º), nu ma partida que se perspectiva bem equilibrada. O Marialvas (3.º), que
entrou na segunda volta da prova com uma derrota, é favorito na recepção ao Ac.
Gândaras. Curiosidade ainda em torno da recepção do Mirandense (6.º) ao
Brasfemes (7.º) equipas que querem trepar lugares na geral.

Ricardo Ferreira Santos – Diário Coimbra