GASTRONOMIA – Penacova alarga para cinco dias Festival da Lampreia

0
1

O município de Penacova apresentou
ontem o Festival da Lampreia 2017, este ano com a novidade de o certame possuir
mais dois dias. Ou seja, em vez três, a iniciativa dedicada à iguaria
gastronómica contará com cinco dias. Assim, entre 24 e 28 Fevereiro vai ser
possível apreciar o arroz de lampreia a um preço mais acessível nos 11
restaurantes que se associaram ao projecto da Câmara Municipal.

As novidades, no entanto, não se
ficam por aqui, uma vez que a autarquia firmou uma «parceria estratégica» com a
Quinta da Mata Fidalga, produtora de vinhos, para ser marca oficial do evento,
permitindo, desta for ma, que a empresa possa negociar directamente com os
restaurantes aderentes preços e condições para que os seus néctares possam
estar presente na época oficial da lampreia, que se encontra a decorrer até o
mês de Abril.

«Este ano como o Festival da
Lampreia vai decorrer na altura do Carnaval decidimos aumentar o número de
dias, de três para cinco, dando a possibilidade que um maior número de pessoas
possa visitar Penacova», explicou Humberto Oliveira.

No fundo, sublinhou o autarca, «o
principal objectivo é valorizar o produto e alavancar a economia local». O
presidente da Câmara de Penacova fez questão de mencionar que este projecto
«não faria sentido sem os restaurantes», mostrando-se satisfeito pelos 11
estabelecimentos aderentes representarem «todo o território concelhio».

O município alocou a este
projecto uma verba a rondar «os 26 mil euros», na sua maioria dirigidos à
promoção do Festival da Lampreia, contudo, terá uma parte destinada «à
participação das sobremesas regionais» – pastéis de Lorvão ou Nevadas de
Penacova – que os restaurantes vão servir nesses cinco dias. «Os restaurantes
adquirem os produtos onde quiserem e, posteriormente, facturam ao município»,
afirmou Humberto Oliveira.

O facto de a pluviosidade ter
sido escassa nos últimos tempos deixou o caudal do Mondego muito baixo. No
entanto, Humberto Oliveira espera que mesmo tendo em conta esse factor a
qualidade e quantidade da lampreia seja inquestionável. «A lampreia gosta de
chuva, gosta de rio cheio», disse, porém, «da forma como os restaurantes de
Penacova tratam a lampreia haverá, certamente, qualidade». O autarca desconhece,
no entanto, se este ano haverá abundância de lampreias que sobe o rio Mondego
para desovar.

A par da iniciativa gastronómica,
o município preparou um programa de animação cultural e desportiva que contará,
durante o mês de Fevereiro com uma exposição na biblioteca municipal dedicada
ao amor, cujo tema é “Histórias de Amor, quem as não tem?”, a ópera cómica
“Pimpinone”, da autoria da Associação Cultural Ritornello, a 4 de Março, e a
Maratona “Rota da Lampreia”, a 2 de Abril.

Ricardo Busano – Diário de Coimbra