HOMENAGEM – “O Zé Vasconcelos é a voz do nosso povo”

0
2
Carismático jornalista da Beira
Serra, José Travassos Vasconcelos foi homenageado pelo Rotary Club de Oliveira
do Hospital, num jantar que reuniu diversas personalidades da região, entre
autarcas, dirigentes de colectividades, amigos e familiares do conhecido
profissional da comunicação social regional.


Jornalista há várias décadas em
Arganil, as últimas das quais ao serviço do jornal A Comarca de Arganil, José
Vasconcelos foi recordado por todos os presentes como um exemplo de
«profissionalismo» e «dedicação», que tem primado sempre pelo «rigor e
isenção», no exercício da sua actividade. «O Zé Vasconcelos escuta com isenção,
o que não é fácil, nem nunca foi fácil, e reproduz fielmente o que escuta»,
afirmou o seu antigo professor primário, vice-presidente da Fundação Memória de
Arganil, proprietária de A Comarca de Arganil, José Dias Coimbra, para quem a
«simplicidade e humildade» do “Zézito” devem ser um exemplo a seguir por outros
profissionais.

Também o presidente do Rotary
Club de Oliveira do Hospital, Carlos Remédios, destacou os «elevados padrões
éticos» e «profissionalismo» demonstrados ao longo de décadas por José
Vasconcelos, que fazem com que seja «um profissional carismático» e um «exemplo
de integridade, honestidade e respeito». «O Rotary Club de Oliveira do Hospital
considera o jornalista José Travassos Vasconcelos a voz de um povo, a voz do seu
povo», afirmou Carlos Remédios, enaltecendo a forma como o jornalista tem
servido as «suas gentes», sempre com «uma atitude de enorme qualidade humana».

Elogios que se estenderam noite
dentro e que vieram dos mais variados sectores e concelhos. Da Pampilhosa da
Serra, o autarca e amigo José Brito, não poupou predicados ao jornalista, que,
disse, conhece como ninguém a região da Beira Serra. «Faz amizades em todo o
lado, no concelho da Pampilhosa a cada lugar que vai, e são muitos, conhece
gente», referiu o autarca, que fez questão de demonstrar a enorme gratidão que
o seu município tem pelo trabalho do jornalista. «Ele exerce a sua actividade
com espírito de sacerdócio, fá-lo com gosto, com prazer, e a dedicação que tem
perante este território é algo que temos de lhe agradecer», afirmou o
presidente da Pampilhosa da Serra. «Em nome do meu município deixo um
agradecimento muito grande por aquilo que tem feito». concluiu.

Também o vice-presidente da
Câmara de Arganil, Luís Paulo Costa, destacou o profissional de «mão cheia» que
é José Vasconcelos, a quem, disse, a Beira Serra e as suas gentes devem «estar
gratas» pelas décadas de profissionalismo e «elevados padrões éticos» com que
desempenhou a sua profissão. «É um profissional capaz de dar voz a todos»,
referiu, agradecendo tudo o que o jornalista tem feito para mostrar Arganil ao
mundo, pois «tanto faz notícias dos centros mais urbanos, como do lugar mais recôndito».

De Oliveira do Hospital os
elogios foram a dobrar. Presidente e vice presidente da Câmara enalteceram o
contributo do profissional e do jornal A Comarca de Arganil para a história da
Beira Serra. José Carlos Alexandrino considera que, apesar de arganilense,
Vasconcelos tem acompanhado sempre o pulsar do concelho de Oliveira do
Hospital, o que faz dele um jornalista conhecido e reconhecido na região.
Margarida Prata – Diário de Coimbra