BOMBEIROS – 87 anos de vida, em constante evolução

0
2

Após
um dia da sua fundação, em 24 de Fevereiro de 1930, em
2017 a Associação
Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penacova iniciou da melhor forma o seu
programa de aniversário, que decorrerá até 29 de Outubro, com um Convívio de
Pesca Desportiva, com a presença dos Campeões do Mundo de Desencarceramento,
onde realizaram, ao vivo, diversos actos de salvamento, realizados no dia 25 de
Fevereiro último.

Para
quem quis ver, naquele dia teve lugar um Workshop sobre «Abordagem ao Acidentes
Rodoviário Grave»
, onde foram desenvolvidos temáticas como a preservação de
provas a cargo do NICAV da GNR, e bancas práticas sobre técnicas de desencarceramento,
com a presença dos campeões do mundo, em 2015 e vice-campeões do mundo em 2016,
Ricardo Couto, Fernando Mafra, Miguel Duarte, Diogo Lourenço, Rui Mexia, Rui
Oliveira e Vítor Gomes.

Participaram
neste envolvimento de salvamento, as representações das Associações dos
Bombeiros de Penacova, Soure, Fafe, Condeixa, Mangualde, Carcavelos/S. Domingos
de Rana, Cabeceiras de Basto e Sapadores de Lisboa.
Esta
organização coube aos Bombeiros locais, devido a que a sua abrangência, em
termos rodoviários, regista uma média de cerca de 100 acidentes de viação por ano
e com responsabilidades operacionais num dos traçados de maior sinistralidade
rodoviária do país, que é o IP3.

No
final da operação, todos reconheceram, como nos disse o comandante Prof. António
Simões, que foi um dia de trabalho muito intenso, mas também muito produtivo e
importante para o trabalho dos Bombeiros, no que diz respeito às técnicas de
desencarceramento, extracção e estabilização de vítimas críticas, não deixando
de ter para com todos palavras de apreço para os formadores e formandos, não
esquecendo as empresas Vianas/Formação, RP2, da Espinheira e Agro Penacovense,
pela colaboração que prestaram nesta operação de ensinamentos. Além do mais,
como referiu o Comandante e presidente da Federação Distrital dos Bombeiros,
entende que «a Escola é o espaço privilegiado para reflectir, pensar e
sobretudo agir em termos de prevenção e preparação, face a tantos problemas que
a vivência do dia-a-dia nos reserva»
e por isso, no programa das comemorações
«ressaltam as múltiplas actividades dirigidas às escolas e aos alunos».
Para
o presidente da Direcção, Paulo Dias, nestas e noutras acções «deviam estar
presentes entidades governamentais para avaliarem quanto é necessário, em termos
financeiros, para adquirir ferramentas para acudir às situações diversas que
actualmente se apresentam aos Bombeiros, no socorro às vítimas»
.
Dentro
das comemorações, que terminam em Outubro, como atrás referimos, haverá o
Passeio Todo-o-Terreno «Caminhos de Liberdade por Trilhos de Penacova II», no
dia 30 de Abril, haverá o Dia dedicado às Mães, o Festival de Fanfarras, em
data ainda a confirmar. A cerimónia principal e que terá maior luzimento, é a
que vai ocorrer no dia 9 de Julho, com cerimónia de promoções e condecorações e
bênção de viaturas.
José Travassos de Vasconcelos – A Comarca de Arganil