PATRIMÓNIO – Centro tem 159 aldeias apuradas para as “Sete Maravilhas de Portugal”

0
2
A organização das “Sete Maravilhas de Portugal” divulgou ontem que 332 aldeias, das sete regiões do país,
foram apuradas para o concurso e que as 49 pré-finalistas serão conhecidas a 7
de Abril.

Em comunicado, a organização
indica que foram apresentadas 446 candidaturas, mas só 332 foram aceites, sendo
a região Centro a que representa maior número (159 aldeias) e a categoria
“Aldeias Rurais” a que conta com mais candidatas (99 aldeias).

Na categoria
“Aldeias-Monumento” estão representadas 78 aldeias, na “Aldeias de Mar” estão
23, na “Aldeias Ribeirinhas” estão 60, na “Aldeias Remotas” estão 44, na
“Aldeias Autênticas” estão 79 e na categoria “Aldeias em Áreas Protegidas”
constam 63 aldeias.

Dos Açores estão incluídas
23 aldeias, da Madeira 11, do Norte 79, da região de Lisboa estão sete, do
Alentejo 37 e do Algarve estão 16 aldeias a concurso.

A organização refere que tem
como prioridade a apresentação de uma lista de 49 aldeias pré-finalistas que
prime pela «qualidade, diversidade e representatividade de todas as regiões».

«O nosso papel enquanto
auditores consistiu, nesta fase, em olhar para o regulamento de uma forma
independente e, ponderando os objetivos, conceito e missão apresentados pela
organização, propor alterações de natureza objectiva e qualitativa, que
permitam antecipar as diversas situações que possam vir a ocorrer no decurso
das diversas fases da votação», indica, na mesma nota, Jorge Costa, da Price water
house Coopers.

O painel de especialistas,
constituído por um grupo de sete elementos por região, começa a votar esta
semana e a escolha prolonga-se até dia 31 de Março. Das 332 aldeias, serão escolhidas
as sete melhores de cada uma das sete categorias, num total de 49 aldeias. Os
resultados desta votação serão divulgados em conferência de imprensa, a 7 de
Abril, na Aldeia da Pena, em São Pedro do Sul.