PATRIMÓNIO – Campo militar do Buçaco a caminho da classificação

0
3
A Direção-Geral do
Património Cultural publicou ontem em Diário da República a abertura do
procedimento para a classificação do Campo Militar da Batalha do Buçaco, que se
estende pelos concelhos da Mealhada, Mortágua e Penacova.

A
proposta de abertura do procedimento partiu da Direção Regional de Cultura do
Centro (DRCC), tratando-se de um primeiro passo para a eventual classificação
dos terrenos onde em 1810 decorreu a Batalha do Buçaco, que terminou com a
vitória das forças anglo-lusas sobre o exército de Napoleão.

Segundo fonte da DRCC, o
procedimento da classificação decorrerá ao abrigo da Lei n.º 107/2001, de 8 de
Setembro, que estabelece as bases da política e do regime de proteção e
valorização do património cultural.

Os terrenos abrangidos e os
bens imóveis localizados na zona geral de proteção (50 metros contados a partir
dos seus limites externos) situam-se na freguesia do Luso, concelho de
Mealhada, distrito de Aveiro, na freguesia de Trezói, concelho de Mortágua,
distrito de Viseu, e nas freguesias de Carvalho e Sazes, concelho de Penacova,
distrito de Coimbra. Consoante o seu valor relativo, os bens imóveis de
interesse cultural podem ser classificados como de interesse nacional, de
interesse público ou de interesse municipal, sendo preciso concluir um demorado
processo de avaliação para saber se o Campo Militar do Buçaco se encaixa numa
destas categorias.

Segundo
fonte da Câmara Municipal da Mealhada, onde fica situada a Mata do Buçaco e
terrenos contíguos, a autarquia mantém a intenção de avançar, em conjunto com
Penacova e Mortágua, com um «espaço para visitação, com trilhos e promoção de
eventos sob a temática da Batalha do Buçaco».

O procedimento para eventual
classificação do Campo Militar da Batalha do Buçaco não deve ser confundido com
a elevação a monumento nacional da Mata do Buçaco, avisa a DRCC. O diploma que
eleva a Mata a Monumento Nacional ficou pronto ainda durante a passagem de João
Soares pela Cultura e aguarda homologação em Conselho de Ministros.

A batalha do Buçaco teve
lugar em Setembro de 1810, envolveu cem mil homens dos dois lados e representou
a primeira derrota francesa durante a terceira invasão de Torres. Comandadas
pelo general Wellington, as tropas anglo-lusas derrotaram o exército de
Napoleão, comandado pelo general Massena, que mesmo assim avançou sobre Lisboa,
sendo detido mais a Sul, nas chamadas Linhas de Torres.