FUTEBOL DISTRITAL – É pelo ceptro distrital que se joga em Condeixa

0
1


É, porventura, o jogo do
ano na Divisão de Honra AFC. A recepção do Condeixa (2.º com 58 pontos) ao
líder Sourense (59), agendada para amanhã às 15h00, poderá revelar-se decisiva nas
contas do ceptro distrital ainda que, qualquer que seja o vencedor, a margem de
erro continue a ser diminuta.
Na primeira volta, o
conjunto de Soure venceu por uma bola a zero – golo de Mário Brito -, mas
curiosamente eram os condeixenses que lideravam à entrada para a 10.ª jornada (mais
um ponto do que o conjunto “canarinho”).
Mas há quem até “torça”
por um empate neste que é o jogo grande da ronda 25. O Oliveira do Hospital
ficou, após a derrota em Soure, a sete pontos do comandante e com a meta à vista,
só uma grande reviravolta permitirá ao emblema da “beira serra” chegar ao topo.
Amanhã, o Pereira, último classificado, irá tentar contrariar um amplo favoritismo
oliveirense.
No arranque da temporada eram
apontados ao ceptro, mas Penelense e Ançã não conseguiram acompanhar o ritmo
pontual das equipas que ocupam o pódio. No Parque Desportivo de S. Jorge vão
lutar pelo 4.º lugar da prova com o “ferryaço” a entrar em campo com mais um
ponto. Também de olhos colocados nesse posto está o Pampilhosense (6.º) que
visita o “aflito” Sepins, penúltimo classificado. E com a incerteza que paira
no Campeonato de Portugal, mais equipas podem cair para a 1.ª Divisão.
Amanhã, Lousanense,
Poiares, Vigor e Vinha da Rainha vão tentar fazer jus ao factor casa.
1ª DIVISÃO DISTRITAL
O Arganil – recebe amanhã
o Ac. Gândaras – parece embalado para alcançar o regresso à elite distrital.
Nos últimos 10 jogos, os líderes da 1.ª Divisão AFC conquistaram oito vitórias
e um empate, numa regularidade assinalável e que vale o comando com mais 5
pontos do que o Marialvas e mais 6 do que o Lagares da Beira conjuntos que, de
resto, empataram na ronda transacta (1-1).
Os dois emblemas estão,
por tal, “proibidos” de perder pontos amanhã ainda que os compromissos
que tenham se afigurem difíceis,
uma vez que a formação de Cantanhede visita o Moinhos (6.º), enquanto o clube
do concelho de Oliveira do Hospital recebe o Mirandensen (5.º).
Já com o pódio bem
distante, mas ainda com legitimidade de lá chegar está o Águias (4.º) que tem
pela frente o Adémia que está num modesto 12.º lugar.
Esta ronda 23 proporciona ainda
o embate entre os dois últimos, Mocidade (19 pontos) e Arouce-Praia (4) que, na
primeira volta, empataram (1-1). 


Ricardo Ferreira Santos – Diário de Coimbra