BASQUETE – CAD/UPC Chelo com vitória categórica frente ao CLIP

0
3

A equipa do CAD/UPC Chelo deslocou-se, no
passado sábado, ao Porto para defrontar a formação do CLIP, numa partida em
atraso referente à 3.ª jornada da II Fase do Campeonato Nacional da II Divisão
Feminina.

O encontro revestia-se de especial
interesse, não só por opor os dois primeiros classificados da sua série, mas
também pela importância que tinha para manter o conjunto da casa na corrida por
uma vaga na Final Four.

O primeiro período de jogo começou com uma
enorme intensidade por parte das duas formações, dispondo o CAD/UPC Chelo das
melhores situações para liderar o marcador, no entanto três contra ataques
consecutivos falhados permitiram à formação da casa liderar o jogo por 5-4. A partir do minuto 3, as
cadistas arrancaram para uma exibição de grande nível, fazendo um parcial de 3-14. A eficácia da defesa zona
1x2x2, que baralhou por completo o sistema ofensivo das visitadas, aliada à
velocidade no contra ataque da base Oyanaisy Gelis, permitiram aos visitantes
disparar no marcador.

O segundo período foi totalmente dominado
pelo CAD/UPC Chelo, devido à excelente prestação defensiva e à tremenda
eficácia ofensiva. Na defesa, não permitiu penetrações para o cesto e
lançamentos fáceis, enquanto que no ataque, Oyanaisy Gelis e Leidy Ferreira
eram uma dor de cabeça para as adversárias. Se a primeira distribuía
assistências e marcava o ritmo do jogo, a segunda evidenciou uma eficácia na
concretização a toda a prova. Destaque, nesta fase, para Leonor Cruz, que com 6
assistências ajudou e muito na obtenção de um parcial de 8-25, que acabaria por
definir praticamente o vencedor da partida. O intervalo chegou com 16-43 no
marcador.

No início da segunda parte, o CLIP veio com
outra disposição. A melhoria na defesa e um maior acerto no ataque permitiram
obter um parcial de 7-0, colocando o jogo a 20 pontos de diferença. Um pronto
desconto de tempo pedido pelo treinador do CAD/UPC Chelo foi o suficiente para
reorganizar a equipa e colocá-la novamente no jogo, dilatando o marcador para
uma diferença de 30 pontos a meio do 3.º período. Com a vitória praticamente
assegurada, a formação laranja tirou o “pé do acelerador”,
principalmente nos momentos defensivos, o que possibilitou ao CLIP alguma
recuperação no marcador. No final do 3.º quarto, o resultado cifrava-se em
34-60.

No quarto e último período, foi mais do
mesmo: a formação do Porto a tentar diminuir a diferença pontual e a formação
visitante em total gestão do plantel e do esforço. O jogo terminou com o
resultado em 61-84.

Destaques individuais para Oyanaisy Gelis
(21 pontos e 7 assistências), Leidy Ferreira (30 pontos)
e Cátia Soares (11 pontos), na equipa do CAD/UPC Chelo. Na equipa da casa,
Maria Marinho (20 pontos) e Leonor Ferreira (12 pontos) foram as mais eficazes.

A vitória do CAD/UPC Chelo permite-lhe, a 3
jornadas do final da segunda fase, assegurar a presença na Final Four, ficando Oliveirense, CLIP e Marítimo na disputa pela
última posição de acesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui