DIA DA EUROPA – Dia aberto no Exploratório de Coimbra para “Andar às Aranhas”

0
3
A inauguração da nova
exposição do Exploratório marca a celebração do Dia da Europa. A efeméride será
celebrada conjuntamente com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento
Regional do Centro (CCDRC), num evento agendado para amanhã, pelas 14H00, com
entrada livre. “Andar às aranhas” é
o nome da nova exposição do Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra que
abre no programa do Dia da Europa.

Em parceria com a CCDRC, o
Dia da Europa será celebrado com um debate sobre a importância dos fundos
europeus para projetos regionais, que conta com a participação da secretária de
Estado da Ciência, Maria Fernanda Rollo, da presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa,
do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, do vice-reitor
para a Investigação Científica da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, da
presidente da Agência Nacional Ciência Viva, Rosalia Vargas, e do diretor do
Exploratório, Paulo Trincão. Será entretanto inaugurada a nova exposição do
Exploratório.

Esta é uma exposição de âmbito internacional, e por isso inaugura-la no
Dia da Europa faz todo o sentido. Trata-se de uma mostra oriunda da Polónia,
que já esteve patente em mais de 10 países europeus. Para o Andar às Aranhas
contámos ainda com a colaboração de técnicos especializados vindos de Espanha
”,
revelou Paulo Trincão, diretor do Exploratório.

Trata-se de uma mostra
interativa e contemplativa de ciência sobre aracnídeos. Pensada para crianças e
adultos, esta exposição convida a conhecer os aracnídeos do ponto de vista
científico, estético, sensorial e cultural, havendo ainda a possibilidade de
entender os medos e fobias que envolvem.

Aranhas
de Coimbra

A exposição reúne cerca de
meia centena de aranhas e escorpiões vivos, oriundos dos cinco continentes e
representativas da biodiversidade dos múltiplos habitats destes animais. Além
destas, a exposição conta ainda com uma das maiores coleções de aranhas
portuguesas, pertencente ao investigador Luís Crespo. A coleção inclui duas
espécies de aranhas nativas da cidade de Coimbra, a Parapelecopsis
coninbricensis e a Leptoneta conimbricensis.

Estamos muito satisfeitos
porque a CCDRC considerou que esta mostra é um marco para Coimbra e para
Portugal, cuja inauguração deveria integrar a celebração ofi cial do Dia da
Europa
”, adiantou a direção do Centro Ciência Viva Coimbra.