PARLAMENTO – Pedro Coimbra confiante nas obras de beneficiação e conservação na escola onde estudou Eça de Queiroz

0
1
Pedro Coimbra, presidente da assembleia
municipal de Penacova, na qualidade de deputado da nação pelo Partido Socialista,
saudou hoje na Comissão de Educação os peticionários que pedem intervenção
urgente na Escola Secundária José Falcão, em Coimbra e comprometeu-se com
trabalhos de beneficiação já este ano.
Esta petição tem o mérito de evidenciar na opinião pública e de colocar
na agenda política a inqualificável degradação patrimonial de uma importante é
relevante escola pública como é a José Falcão
”, afirmou o socialista, em
nome do Grupo Parlamentar e como relator da petição, considerando “absolutamente incompreensível e intolerável
o abandono que esta escola tem merecido nas últimas décadas. “Há várias evidências deste desprezo sendo o
último datado de 2015 quando o anterior Governo, pela mão da Direção Geral dos
Estabelecimentos Escolares, deixou de fora do mapeamento das escolas a intervir
tendo como fonte de financiamento o Portugal 2020 esta escola
”, criticou,
lembrando que se trata de uma escola cujo edificado está classificado como
Monumento de Interesse Público, sendo um exemplo máximo da arquitetura moderna
portuguesa e cujo mérito do projeto educativo é publicamente reconhecido, pois
aparece frequentemente bem classificada nos ranking dos resultados escolares.
“É urgente, que a Direção
Geral dos Estabelecimentos Escolares prepare os estudos adequados e necessários
que permitam, em sede de reprogramação nacional do Portugal 2020, incluir este
importante investimento como beneficiário dos fundos europeus”
É ainda de salientar que nos seus 180 anos de história, e nos 80 anos
do atual edifício, nela estudaram e lecionaram personalidades marcantes do
humanismo português como Almada Negreiros, Almeida Santos, António Gedeão,
Carlos Mota Pinto, Eça de Queirós, Eugénio de Castro, Jaime Cortesão, João
de Deus, José Afonso, Miguel Torga Teófilo Braga, Rómulo de Carvalho,
Vitorino Nemésio, entre muitos outros
”, recordou ainda o parlamentar de
Coimbra, garantindo que o Governo está sensível a esta matéria, sobre a qual o
Grupo Parlamentar do PS já apresentou um projeto de resolução no parlamento
nacional.
O deputado reconhece, porém,
que os esforços – que têm já enquadramento orçamental para este e próximo ano –
são escassos para a dimensão do problema. “É
urgente, que a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares prepare os
estudos adequados e necessários que permitam, em sede de reprogramação nacional
do Portugal 2020, incluir este importante investimento como beneficiário dos
fundos europeus
”, terminou.