JUSTIÇA – Suspeitos de tentativa de assalto a residência em Penacova foram constituídos arguidos

0
3
Os
quatro suspeitos de assaltos a residências que foram detidos quinta-feira à
tarde na Avenida Elísio de Moura, em Coimbra (conforme noticiámos ontem), foram
constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência.
Segundo
foi possível apurar, tudo começou na quinta-feira, por volta das 14h00, quando
os quatro suspeitos (dois homens e duas mulheres, com idades entre os 20 e os
40 anos) tentaram assaltar uma habitação no concelho de 
Penacova.
Os
indivíduos terão tentado entrar na residência mas o proprietário, suspeitando
das suas intenções, avisou as autoridades. Ao aperceberem-se de que o morador
tinha dado o alerta, fugiram num automóvel em direcção a Coimbra, por vias secundárias,
dirigindo-se para o Tovim, explicou ao nosso jornal fonte da Guarda Nacional Republicana.
A
mesma fonte esclareceu que a GNR seguiu no encalço dos suspeitos, sempre «de forma
muito discreta», não tendo sido efectuados quaisquer disparos ou feita uma abordagem
violenta.
A
viatura viria a ser interceptada na Avenida Elísio de Moura, numa acção em que
a Guarda Nacional Republicana contou com a colaboração da PSP de Coimbra.
Fonte
da GNR disse não ter conhecimento que a viatura ligeira tenha sido furtada mas confirmou
que os quatro suspeitos têm já «algum historial» em furtos a residências, pelo menos
na região.
Nas
diligências efectuadas, as autoridades apreenderam aos presumíveis assaltantes
um computador portátil, uma mini-aparelhagem, três telemóveis, supostamente
furtados, e dois pares de luvas.
A
Guarda Nacional Republicana revelou que as investigações irão continuar, para
apurar o eventual envolvimento dos suspeitos, que entretanto foram ouvidos em
tribunal para determinar as medidas de coacção, em assaltos noutras localidades
do país.

José João Ribeiro – Diário de Coimbra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui