FUTEBOL – União Futebol Clube sagrou-se campeão distrital de juniores

0
3
O
União Futebol Clube,
sagrou-se ontem campeão distrital de juniores 11 anos depois de ter 
vencido
esse título e depois de ter registado o empate a uma bola no terreno do
Lousanense na derradeira ronda da fase de apuramento de campeão da competição.
O conjunto penacovense era o único na prova que só dependia de si próprio e
acabou por festejar, mesmo não conseguindo triunfar no reduto dos lousanenses,
após ter tido conhecimento do empate a dois golos registado entre o Casaense e
a Académica/SF sendo que se qualquer uma destas equipas tivesse ganho o
desafio seria o novo campeão distrital.
A
formação agora campeã nem entrou da melhor forma no encontro e sofreu, mesmo, o
primeiro golo no minuto 23 do duelo só tendo chegado ao empate no minuto 60 por
intermédio de Diogo Costa que acabou por ser o “herói” do título. 
Após
alguns minutos no Campo José Pinto Aguiar sem terem conhecimento do desfecho do
encontro em Casais do Campo, os jovens de Penacova puderam, então, dar largas à
imaginação para saborearem o título e a respectiva subida ao Nacional da 2.ª
Divisão de Juniores.
No
final do encontro, Mário Pimpão, treinador dos unionistas, destacou o «bom colectivo e valores» do conjunto que,
prosseguiu, «conseguiu ultrapassar diversos obstáculos, com uma mentalidade muito
equilibrada, até chegar ao título». Naturalmente feliz pelo feito, o timoneiro
de 62 anos enfatizou o papel de Diogo Pinto no conjunto considerou como «o verdadeiro comandante da equipa no
balneário
» e elogiou o grupo de jovens que orientou durante esta temporada:
«É um grupo raro, feito por jovens
humildes, todos eles do concelho de Penacova, e que trabalharam muito para
serem e fazerem diferente na sua geração. Mantiveram-se fortes e conseguiram fazer
história, estão de parabéns
».
“Foram 10 meses de trabalho, de alegria
e de esforço”
João
Silva, médio que é o capitão da formação penacovense, não se conteve em
felicidade na hora de falar
[…]. «Foi uma conquista num campeonato muito
difícil e disputado até ao fim. Tínhamos um plantel curto e soubemos trabalhar em
cima disso. Tiveram de existir momentos em que fomos duros mas a verdade é que
ninguém superou a nossa vontade e capacidade de sacrifício e acabamos por ser
justos vencedores
», afirmou o “10”
dos novos campeões distritais de sub-19.

O jovem aproveitou,
também, para deixar uma emblemática frase que expressa bem o espírito de grupo
do União FC nesta competição: «Foram 10 meses
de trabalho, de alegria e de esforço que agora foram recompensados com a
vitória e o título que é nosso, de todos nós
», concluiu nas últimas
palavras proferidas antes mesmo de se “atirar
para a festa que foi até o sol nascer, certamente, pelo Campo da Feira Nova e por
Figueira de Lorvão.

André Freixo – Diário de Coimbra