REGIÃO DE COIMBRA – Autarcas da Região apoiam Coimbra para Capital Europeia da Cultura

0
3

A Comunidade Intermunicipal
da Região de Coimbra (CIM-RC) aprovou, ontem, por unanimidade, o apoio formal à
candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, assim como a sua
participação ativa nesta candidatura. A votação surgiu a convite do presidente
da Câmara de Coimbra, para que os municípios que integram a CIM-RC se
associassem e participassem ativamente nesta candidatura.

A Câmara de Coimbra prepara,
há vários meses, a candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em
2027, analisando os impactos económicos, culturais e sociais que o evento gerou
nas cidades antes designadas.

No documento enviado aos
municípios da CIM-RC, Manuel Machado escreveu que “a candidatura liderada por Coimbra deverá ter uma dimensão
supramunicipal, estendendo-se, assim, à Comunidade Intermunicipal, uma vez que
um projeto alargado e sustentado desta natureza beneficiará toda a Região, ao
mesmo tempo que, do ponto de vista externo, sairá valorizado pela ampliação da
sua escala e pela junção dos inúmeros atrativos dos municípios vizinhos e
constituintes da nossa CIM
”.

O ministro da Cultura afirmou,
no domingo, em Coimbra, que a cidade é “uma muito forte candidata” a Capital
Europeia da Cultura em 2027 e que “a
candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura faz todo o sentido
”.

Noutro passo, Luís Castro
Mendes salientou: “Não é preciso refletirmos
muito para vermos a força extraordinária que tem a cidade de Coimbra e o que
signifi caria realmente para Portugal que a cidade de Coimbra fosse a Capital
Europeia da Cultura [em 2027].”

A iniciativa das Capitais
Europeias da Cultura iniciou-se em 1985 e constitui-se como um dos mais
ambiciosos projetos culturais a nível europeu, tendo-se tornado numa das mais
conhecidas e apreciadas atividades da União Europeia.