AUTÁRQUICAS – Carta aberta do candidato Luís Pechim, aos habitantes da União das Freguesias de Oliveira do Mondego e Travanca do Mondego

0
1
Muito boa tarde meus caros amigos e minhas
caras amigas

Antes de me dirigir a vós quero aqui deixar
um agradecimento a todos aqueles que têm dado a cara por esta causa e têm
fortalecido o nome do Partido Socialista na nossa freguesia. Obrigado pela
vossa presença hoje  aqui, obrigado
também a outros que por vários fatores não podem estar, mas que já manifestaram
o seu apoio, e também o nosso agradecimento ta título póstumo para aqueles que
infelizmente já não estão entre nós e que trabalharam e nos ajudaram a todos
hoje estar aqui. 

Dizer-vos, como já se torna público, que
sou recandidato a Presidente da União das Freguesias de Oliveira do Mondego e
Travanca do Mondego.

Foi uma decisão ponderada, mas responsável,
e, ponderada porque vindo eu de uma eleição de quatro anos muito conturbada que
tive de tentar trabalhar com quem não escolhi, muito menos com quem foi eleito
democraticamente pelo povo, tendo outros elementos dessas cores partidárias
renunciado ao convite feito por mim para integrar o executivo desta União das
Freguesias, prevalecendo assim os seus interesses privados e políticos,
colocando em causa o bem-estar da nossa população e o desenvolvimento da nossa
terra.

Elegeram assim, desta forma em nada
democrática, contra a vontade do povo e dos eleitos pelo Partido Socialista
duas pessoas que levaram uma nega nas urnas. Dizer-vos também que tive de
trabalhar com quem não convidei, porque como já disse convidei todos os outros,
mas todos se mostraram indisponíveis. O mais caricato é que ao fim de quatro
anos essas mesmas pessoas apresentam-se nas listas em lugares cimeiros.
Pergunto eu, porque não aceitaram integrar o executivo á quatro anos e agora
apresentam-se como candidatos a esses mesmos lugares? Mais uma prova de que a
insistência para colocarem no executivo quem lhe dava jeito foi mesmo para
destruir e não deixar trabalhar quem tinha essa ambição, tentando por desgaste
que eu desistisse, mas consegui aguentar, não foi fácil, mas quando trabalhamos
com gosto e por uma causa, nada nos derruba.

E só para vos dar conhecimento, um pequeno
parêntese
,

4
anos antes da minha eleição enquanto Presidente, ou seja, há oito anos, fui
candidato á então, Junta de Freguesia de Oliveira do Mondego e perdi por 17
votos, mas também a CDU, a força politica ao comando da freguesia, perdeu a
maioria, e se o Partido Socialista assim como os seus membros, na estava
inserido, quisessem teríamos exigido a entrada de um dos nossos membros para o
executivo após esta eleição, mas não o fizemos… E não o fizemos porque somos
pessoas corretas, e honestas, porque sabendo que o Presidente recém-eleito não
teria essa pretensão, de trabalhar com estranhos, e bem, nós os eleitos pelo
partido socialista também assim o entendemos e apoiámos.

Esta é a verdadeira democracia, quem ganha
governa e com a sua equipa, só assim se consegue trabalhar e obter bons
resultados.

Também já tinha acontecido o mesmo em 1997
quando o PS perdeu as eleições por 2 ou 3 para a CDU, também aqui prevaleceram
os valores da democracia e deixaram trabalhar o presidente eleito com a sua
equipa. Mas depois estas mesmas pessoas que foram as mesmas desde a primeira
eleição, esqueceram-se dos verdadeiros valores da democracia e obrigaram-me a
tentar trabalhar com estranhos e com quem não escolhi para trabalhar, e com
quem só foi para o executivo para receber uns trocos ao final do mês e para
destruir projectos e ideias que podiam ter transformado a nossa Freguesia num
lugar melhor.

Chamo a isto gente com sede de poder e não
gente de trabalho e honestidade como se apresentam perante vós.

Depois também a minha família me fez pensar,
porque nestes quatro anos, posso dizer com toda a sinceridade, que não foi por
mim acompanhada como devido, mesmo em situações mais complicadas como
aconteceram.

Mas quando gostamos de fazer melhor, não
desistimos e nem deixamos o trabalho a meio, este foi o peso que mais se
evidenciou na balança.

Depois também gosto do que faço. Para mim
ajudar o próximo e trabalhar em Prol da nossa terra é para mim muito
enriquecedor, já foi esta a premissa principal que me levou a ser candidato há
quatro anos e que me faz estar novamente hoje perante vós.

E, também porque o projecto que gostava de
ver concretizado na nossa freguesia, devido a vários factores, não está
realizado, começará agora a dar sinais da sua vitalidade, sinais esses que vos
falarei mais à frente.

Depois e apesar de tudo mereci o apoio da
minha família, assim como de toda a equipa que me acompanhou há quatro anos,
como poderão comprovar.

Também da Comissão Política Concelhia do
Partido Socialista, na pessoa do Sr. Ricardo Simões, por parte do Dr. Humberto
Oliveira, não deixando em vão a confiança depositada nesta equipa por parte do
antigo Presidente da Junta de Freguesia de Travanca do Mondego, Dr. João
Azadinho, nomeadamente recandidatos a vereador, Presidente e Vice Presidente da
Câmara Municipal de Penacova.

Foram todos estes aspectos que me levaram a
consumar esta recandidatura á União das Freguesias de Oliveira do Mondego e
Travanca do Mondego.

Para que possam conhecer a coesa e
determinada equipa que me acompanhará nesta nova etapa que passo a identificar: Susana Lopes, Nuno Silva, Alberto Marmelo, Catarina Santos,
António Sousa, António Gonçalves, Thais Rosas, Dr. Francisco Araújo, Paulo
Loureiro, Sónia Henriques, João Fernandes “NABO”; Dora Zeferino; Rafael Duarte;
José Luís Cruz; Catarina Oliveira; Alexandre Duarte; Mariana Assunção; António
Simões Sousa e António Arménio Azadinho;

Também os Candidatos à Lista da Assembleia
Municipal e Câmara Municipal: Mariana Oliveira; Jacylene Rosas; Diogo Carvalho;
Liliana Matos; Palmira Marmelo

Caros conterrâneos estas foram as pessoas
com quem pude contar estes quatro anos agora findos, e serão com os mesmos que
quero continuar a palmilhar o caminho por nós traçado, são estas pessoas que
representarão as listas do PS aos diversos órgãos autárquicos pela nossa
Freguesia e que irão estar convosco e connosco, para
ajudar á resolução dos problemas que forem surgindo.

Também as pessoas que irão integrar as
listas á Camara e Assembleia Municipal, também essas, foram pessoas ativamente
participantes na ajuda á resolução de algumas questões da freguesia assim como
sempre me ajudaram naquilo que eu iria precisando, contribuindo assim para
melhorias a vários níveis na nossa Freguesia.

Esta é a equipa com quem poderão contar,
forte, motivada, ambiciosa e acima de tudo determinada. Somos uma equipa que
integra pessoas jovens e qualificadas simultaneamente com pessoas com elevada
experiência e provas dadas nos mais variados domínios da Sociedade Civil. Somos
pessoas que não aceitámos este desafio só pelo facto de poder ser uma questão
de prestígio, NÃO, aceitamos este desafio com a consciência da responsabilidade
que um cargo destes obriga, com a consciência das chatices a nível pessoal a
que estamos sujeitos, mas mesmo assim aceitamos e não renunciamos. E não
renunciamos porque entendemos que temos todas as condições para dar um Futuro
melhor á nossa Terra, de continuar o trabalho iniciado á quatro anos, trabalho
esse, que tenho de assumir, com poucos frutos, porque como já vos disse atrás,
estes quatro anos foram muito amargos.

Meus amigos, não iremos fazer promessas,
podemos sim, garantir, que com a reeleição da nossa equipa iremos praticar uma
política de proximidade, como tenho feito até aqui, não nos iremos esquecer das
nossas gentes, tratando todos da mesma forma, assim como não nos esqueceremos
da nossa cultura, nem dos símbolos culturais de cada uma das terras da nossa
freguesia.

Nestes quatro anos resolvemos algumas
questões primordiais,

Realizámos alguns alargamentos que se
tornavam fundamentais, como exemplo na Rua Nª Srª da Piedade em Oliveira do
Mondego, na Rua do Coval em Travanca do Mondego, na rua da Glória no Coiço ,na
Rua Eira do Carril em Oliveira do Mondego, na Rua do Outeiro em Travanca do
Mondego, na Rua da Aguieira, na Aguieira, na Rua da Lomba em Oliveira do
Mondego, sempre com a colaboração dos proprietários;

Construímos e reconstruimos valetas onde
eram mais necessárias, na qual algumas deitavam água para dentro da casa das
pessoas, e outras perturbavam a circulação de trânsito e o cultivo de alguns
terrenos agrícolas;

Reabilitamos alguns chafarizes;

Reabilitamos todo o edifício da Junta de
Freguesia de Travanca do Mondego mantendo assim os serviços prestados á
população, assim como o r/ch do edifício da Junta de Freguesia de Oliveira do
Mondego para servirmos a população sem terem de subir escadas;

Apoiamos como nunca foram apoiadas as
associações da nossa Freguesia, com um subsídio anual de forma a fazer face ás
suas despesas correntes;

Apoiámos as comissões de festas, com apoio
financeiro e com apoio no desbloqueamento da papelada necessária para a
realização dos festejos anuais;

Colaboramos na reabilitação da cobertura do
campo de futebol de Travanca do Mondego;
Colaboramos com reabilitação do edifício da
antiga escola primária do Coiço, agora ao dispor da Associação desta
localidade;

Plantámos as árvores de sobra e
embelezamento no Parque de Estacionamento junto á casa mortuária em Travanca do
Mondego;

Colaborámos na construção do pavilhão
construído pela povoação, no recinto da antiga escola primária de Paredes;

Reabilitamos os edifícios das antigas
Escolas Primárias de Paredes e do Cunhedo, ao abrigo de uma candidatura que já
encontrei mas na qual o dinheiro financiado não chegou para meias sopas… as
obras a realizar superaram em muito esse valor, mas assim fez-se o trabalho bem
feito, custou um pouco mais aos cofres da Junta, mas o que interessa e que se
fez bem;

Reparamos os equipamentos e colocámos piso
sintético no parque Infantil  do Coiço,
Porto da Raiva e Travanca do Mondego;

Construímos o Jardim junto à antiga escola
Primária do Cunhedo;

Construímos encaminhamentos de água em
Travanca do Mondego nomeadamente na Tojeira e em Lagares de forma a não
prejudicar o cultivo de vários terrenos agrícolas;

Construímos encaminhamentos de água na
Freguesia de Oliveira do Mondego, como exemplo, no Porto da Raiva, em Paredes,
no Cunhedo, desta forma as estradas agrícolas confiantes estão transitáveis, e
não voltou a haver problemas com a água nos terrenos agrícolas e paredes
confinantes com estas linhas d’água.

Mantivemos o Apoio á Natalidade, já
existente em Travanca do Mondego, onde premiamos os pais com um simbólico apoio
financeiro, pelo nascimento do seu filho, isto em função do regulamento
aprovado;

Foi criado o dia da Freguesia, uma forma de
gerar convívio entre as gentes das duas freguesias, Oliveira do Mondego e
Travanca do Mondego, também uma maneira de dar visibilidade ás empresas da
Freguesia assim como apoiar as associações da nossa terra, e já agora
convido-vos a todos a presentearem-nos com a vossa presença no 3º fim de semana
de Setembro, 15/16/17, esta edição em Travanca do Mondego, que, como em anos
anteriores iremos ter muita musica incluindo folclore, e fado cantado pela
prata da casa, assim como comes e bebes;

Construímos o passeio no Cunhedo na Rua
Principal;

A festa de natal, outro evento criado
nestes quatro anos, na Freguesia de Oliveira do Mondego, visto já ser existente
na freguesia de Travanca do Mondego, na qual oferecemos uma prendinha a todas
as crianças da freguesia desde que presentes na Festa, realizada alternada em
Oliveira do Mondego e Travanca do Mondego;

Construímos a cobertura em chapa sandwich
em imitação de telha nos Balneários do Porto da Raiva e procedemos à pintura
interior deste edifício;

Reabilitamos um espaço afecto á capela Nª
Sra da Guia em Aguieira para uso da população em geral;

Reabilitámos todos os apoios das placas
toponímicas na Freguesia de Travanca do Mondego;
Reabilitámos as alminhas em Paredes;

Reabilitámos todo o cemitério de Oliveira
do Mondego, algo que estava esquecido, mas ainda não está como pretendo,
porque, queria ver feito um esgoto para as águas sobrantes das torneiras assim
como arranjada a entrada superior, esta mesma por trás de nós, e a construção
de umas casas de banho de apoio ao cemitério.

Ao contrário do que vão dizendo por aí, os
caminhos florestais sempre foi uma questão que me preocupou, e preocupa, daí os
tendo sempre mantido o mais limpos possível. Mas também dizem que eu limitei-me
só as limpezas e que ignorei a vontade das pessoas na realização de novos caminhos
e que não soube aproveitar a maquinaria de terraplanagem do município,
dizer-vos que esse senhor não tem mesmo conhecimento da realidade, fala por
ouvir falar os outros…

A maquinaria que está ao serviço do
Município só não veio mais vezes para a nossa freguesia porque não foi possível
por parte dos serviços, não foi por falta de requisições, e depois a
contratação por parte do Município de maquinaria a uma empresa externa, teve o
meu louvor, porque não sendo assim não conseguimos uma rede viária florestal
como todos desejamos e depois, sempre estive disponível para ajudar na abertura
de novos caminhos. Até vos convido a todos a visitarem os acessos florestais
construídos no Lavradio, Raiva e Serra de Oliveira –  Aguieira, assim como entre Paredes e Laborins/
Beco.

Este último, há anos prometido, e nada, e
agora estão ligados em dois pontos, é certo que são caminhos florestais que
ainda terão de ser ajustados em alguns pontos para melhor circulação, mas estão
feitos, foi um trabalho ardo, e contei com a ajuda dos proprietários e a boa
vontade dos mesmos, só assim conseguimos bons resultados. Mas ainda há muito a
fazer nesta matéria, e eu tenho larga vontade de criarmos uma rede florestal
visível na nossa freguesia, como sempre, poderão contar comigo para o que for
necessário e esteja ao meu alcance.

Colaboramos com a população na resolução de
tantos outros problemas, como todos vós bem sabeis e que não vale a pena aqui
estar a enunciar.

Julgo que dentro de dias irão ser colocadas
dezenas de placas de sinalização vertical de forma a identificar as localidades
da nossa Freguesia assim como as placas toponímicas em Travanca do Mondego,
isto se a empresa fornecedora não falhar connosco nos prazos de entrega;

Da mesma forma algumas pequenas
pavimentações que também já estão entregues para a sua realização;

Estas foram algumas das muitas obras e de
grande parte do Investimento que fizemos na Freguesia, além de termos feito
pressão para que a construção da ETAR em Travanca do Mondego fosse realizada.
Julgo que esta pressão e a pressão do Sr. Presidente da Câmara valeu a pena,
pois pelo que sei a construção da ETAR e a consequente ligação do saneamento
estará para muito breve;

Para o futuro, não fazemos promessas,
procuramos sim novas ideias e projectos de modo a modernizar esta União das
Freguesias , para que as suas gentes tenham orgulho e gosto em viver na sua
terra.

Mas, tenho uma ambição, conseguir que as
autoridades competentes autorizem a dinamização do Rio Mondego, com a criação
de zonas de lazer no Rabeto em Oliveira do Mondego, nas Hortas no Cunhedo, no
Porto da Raiva, a jusante da Barragem do Coiço e a reabilitação da bacia da
albufeira, nos Lameiros, aqui mesmo ao lado, em Oliveira do Mondego;

Depois de inúmeras reuniões com estas
entidades, acredito que vão dar frutos e que iremos dar um pontapé de saída
para cativar visitantes á nossa terra e por sua vez promover o seu
desenvolvimento.

Relativamente ao Rio Alva, colaboraremos
com o projecto que a Câmara Municipal tem em mãos para a sua dinamização;

Depois também os fontenários e todas as
fontes antigas queria ver reabilitadas e a funcionar porque são elas um
importantíssimo marco na cultura do nosso povo;

O Bairro da Barragem da Aguieira e a sua
zona envolvente, irei tentar perante as entidades responsáveis transformar este
espaço num espaço mais aprazível e que dignifique a Freguesia e o concelho;

O acesso a Paredes no Lavradio será no
próximo mandato uma realidade… ainda não está feito porque optei por outras
prioridades, porque senão já estaria feito, outra obra reivindicada há anos, e
neste momento o projecto está feito, os alargamentos estão cedidos pelos
proprietários, só falta mesmo arrancar com a obra;

Aumentar os serviços prestados pela Junta
de Freguesia á nossa população, como criar incentivos para a fixação de jovens
e apoiar a população mais carenciada e idosa, é outra meta a alcançar;

Continuar a pressionar a Câmara
Municipal  para que o Saneamento Básico
na freguesia de Oliveira do Mondego seja uma realidade assim como terminar em
Travanca do Mondego, bem sei que não depende só da Câmara Municipal, mas em
conjunto poderemos pressionar as entidades responsáveis;

Tudo isto só foi e será possível com o
apoio do Município, que sobre isso não tenho nada a dizer, sempre nos apoiaram.

Permitam-me que deixe aqui ficar uma
palavra de apreço ao trabalho desenvolvido por este executivo Municipal, tem
sido incansável, e está á vista de todos. Tanto a nível cultural com a criação
da escola de artes, com a dinamização e legalização das nossas colectividades,
quanto a nível social com os apoios á natalidade e ás famílias de fracos
recursos, com o apoio ao estudo assim como a comparticipação na compra dos
livros e manuais escolares. No desporto, bastantes são as colectividades a
optarem por esta modalidade em várias vertentes e já com provas dadas em vários
escalões. A nível empresarial, o desenvolvimento e a capacidade de captação de
empresas para os nossos parques empresariais, e com a perspectiva da criação de
um novo parque na nossa freguesia, no Lavradio.

Não é por acaso que temos o nosso concelho
no patamar que se encontra deve-se á dedicação e ao trabalho deste executivo
camarário.

Para eles, pelo seu trabalho e pela sua
colaboração com esta Junta de Freguesia, em nome de todos nós, o meu muito
obrigado.

Obrigado Humberto pela pessoa e pelo
profissional que és, pela forma que conduzes este nosso concelho, e pela
prestável colaboração que sempre deste aos problemas a solucionar nesta
Freguesia;

Por isso meus caros amigos e minhas caras
amigas têm aqui a equipa ambiciosa e determinada em trabalhar em prol do
crescimento e do desenvolvimento da nossa Freguesia. Temos na equipa as pessoas
certas e com quem todos poderão contar para estar no terreno, próximo de vós,
para assim podermos dar uma rápida resposta aos vossos que também serão nossos
problemas.

Juntos daremos vitalidade á nossa terra e á
nossa Freguesia, por isso contaremos com o vosso apoio nas urnas no próximo dia
1 de Outubro.

Contaremos convosco, para que todos possam
contar connosco, por isso AVANÇEMOS JUNTOS.

A todos vocês e a todos os que apoiam esta
nossa candidatura, um grande bem-haja e um forte abraço.

Muito obrigados.
Viva Oliveira do Mondego.
Viva Travanca do Mondego.

Luís Pechim