CIDADANIA – Município lança projeto de coesão e proximidade

0
1


É
um projecto pioneiro e de proximidade, que pretende dar respostas práticas e
eficazes a necessidades básicas. Mas também promover o livro e a leitura nas
aldeias mais distantes do concelho de Penacova. Em causa está o projecto “BIBLIOeCIDADANI@”, que hoje foi apresentado,
integrado nas comemorações do Dia da República.
«É um projecto que nos gera muitas
expectativas
», confessa a vereadora Fernanda Veiga, responsável pela área
da Cultura, sublinhando que se trata de «um
serviço de proximidade que prestamos às populações
», cujo arranque está
previsto para dia 10.
“Sobre
rodas”, numa carrinha devidamente adaptada, vão circular livros e “serviços”. «Queremos chegar, sobretudo, aos mais jovens
e aos mais idosos do concelho, que vivem nas aldeias mais recônditas e que não
têm grandes possibilidades para se deslocarem à sede do concelho
».
Disponível está um “pacote” diversificado.
Assim,
em resultado de uma parceria entre o município e os CTT, a carrinha assegura o
serviço “Pay Shop”, que permite, de
acordo com Fernanda Veiga, desde o pagamento da factura da água, da luz e do
telefone, a proceder ao carregamento do telemóvel. Os técnicos desde “balcão multifunções”, equipado com
internet e que funciona como uma espécie de multibanco ambulante para proceder
a pagamentos, também estão habilitados a dar outro tipo de respostas. A
vereadora aponta para a obtenção de documentos ou requerimentos, cujo
preenchimento pode suscitar dúvidas, ou ainda esclarecimentos relativamente à
oferta de serviços disponíveis no mercado. Tudo isso passa a ser possível fazer
através do “BIBLIOeCIDADANI@”.
Mas
esta carrinha tem mais surpresas e respostas para dar. Com efeito, está
previsto um serviço ambulante da biblioteca, em parceria com a Rede de
Bibliotecas, que pretende levar os livros àqueles que, por razões várias, não
têm acesso aos espaços onde estes “residem”. Escolas e jardins-de-infância são
locais de visita obrigatória. Mas também as colectividades e instituições fazem
parte do roteiro a cumprir. «Leva livros
e revistas e também revistas de culinária e de crochet
», explica a
vereadora, sublinhando o interesse deste tipo de leitura junto das senhoras com
mais idade.
Mas
o projecto não se fica por aqui. Pro-activo por excelência, quer «recolher
memória» e «estórias de vida». «Os técnicos
da biblioteca vão ler livros, mas também recolher as estórias e experiências
das pessoas mais velhas, proceder à respectiva gravação, sob autorização, e
fotografar, criando um registo completo dessas memórias
», esclarece a
vereadora.
A caminho de todas as aldeias do
concelho
A
carrinha foi transformada numa mini-biblioteca, com acesso para pessoas com
mobilidade reduzida. «Um sénior com
dificuldades de locomoção ou uma pessoa em cadeira de rodas consegue ter acesso
»,
explica Fernanda Veiga. A viatura está, também, equipada com internet e um
sistema “tipo multibanco”, que
permite assegurar o pagamento de serviços.
Apresentado
hoje pelo município, este novo serviço começa a funcionar no próximo dia 10,
cumprindo um itinerário que contempla, «todas as aldeias, uma vez por mês». «A carrinha fica 40 minutos no local, mas
pode ficar mais, se for necessário
», adianta a vereadora, sublinhando que a
funcionalidade vai ser aferida e ajustada de acordo com a experiência e com as
necessidades sentidas. Através das Juntas de Freguesia, o calendário do roteiro
vai ser devidamente divulgado junto das populações e também anunciado na missa.
Manuela Ventura – Diário de Coimbra