INCÊNDIOS – Plataforma Logística de Distribuição entrou hoje em funcionamento em Vila Nova de Poiares

0
3


Entrou hoje
em funcionamento em Vila Nova de Poiares a plataforma logística de distribuição
de alimentos às explorações animais e agrícolas afetadas pelos trágicos
incêndios do passado dia 15 de outubro. O Município de Vila Nova de Poiares foi
um dos cinco municípios escolhidos para a instalação de base operacional de
logística.
Articulada
em parceria entre Câmara Municipal, Ministério da Agricultura e Ministério da
Defesa, a plataforma constituída na Zona Industrial de Vila Nova de Poiares já
entrou em funcionamento e irá servir também os concelhos de Arganil,
Cantanhede, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Oleiros, Oliveira do Hospital,
Pampilhosa da Serra, Penacova e Tábua.
Esta ação foi acompanhada no local pelos
diferentes agentes envolvidos nesta operação logística, com especial destaque
para a presença de dois secretários de estado, Luís Medeiros Vieira, da
Agricultura e Alimentação, e também da Defesa Nacional, Marcos Perestrello,
acompanhados pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares.
O Presidente da Câmara Municipal, João
Miguel Henriques, congratulou-se «por
Vila Nova de Poiares ter sido um dos 5 locais escolhidos para instalar esta
plataforma logística
», sublinhando ainda a importância «da rápida ação do
Governo na definição de estratégias de resposta no apoio às zonas afetadas
pelos incêndios do passado dia 15, conseguindo, em pouco mais de uma semana,
colocar no terreno todas as condições para que, de forma célere e organizada,
se consigam fazer chegar, em especial às várias explorações agro-pecuárias, os
alimentos e bens necessários para que os animais possam sobreviver nestes
primeiros tempo
s».
De acordo com o Secretário de Estado da
Agricultura e Alimentação, Medeiros Vieira, «estas plataformas logísticas irão funcionar pelo tempo que for
necessário para suprir todas as necessidades da região, destacando que, só até
ao final desta semana serão distribuídos cerca de 600 toneladas de rações
animais, garantindo mesmo que «nenhum animal irá morrer à fome por falta de
alimentação
».
O Município de Vila Nova de Poiares tem
estado, desde a primeira hora, na primeira linha de ação de apoio a todas as
populações afetadas, num contacto de proximidade no terreno, fazendo os
levantamentos necessários não só dos prejuízos, mas sobretudo das necessidades
imediatas de pessoas, agricultores e empresas afetadas. 
Em paralelo, os contactos com as
diferentes entidades associativas e governamentais têm sido intensos e com
resultados concretos, conseguindo, rapidamente colocar no terreno uma resposta
rápida e eficaz às necessidades verificadas.
A Plataforma Logística agora constituída
em Vila Nova de Poiares será gerida pelas Forças Armadas, em articulação com os
serviços municipais, e contará com a presença em permanência de 16
operacionais, apoiados por várias viaturas que irão prestar o auxílio
necessário na distribuição dos produtos/bens.
Além de Vila Nova de Poiares serão ainda
constituídas outras quatro plataformas, em Gouveia, Monção, Tondela e Vagos,
permitindo assim uma cobertura alargada de toda a região, possibilitando uma
distribuição rápida e eficaz dos bens necessários às explorações afetadas.
Para mais
informações operacionais e de logística, os interessados poderão contactar os
serviços municipais responsáveis, nomeadamente através da linha do Município
239 420 850 ou através do tlm: 963 392 828.



Consulte AQUI os horários de funcionamento da plataforma.