BUSSACO – Quinze artistas brasileiros plantam árvores na Mata Nacional

0
4


Quinze artistas brasileiros e o
presidente do Conselho de Administração, o chefe de Redação, a diretora de
Marketing, jornalistas, fotojornalistas e videógrafos da revista Caras Brasil
plantaram árvores, durante três dias, na Mata Nacional do Bussaco, no âmbito do
projeto “
Criar Raízes”, promovido pela Fundação Mata do Bussaco, com o apoio da
Câmara Municipal da Mealhada.
Bruno
Cabrerizo, Carla Diaz, Leila Schuster, Thiago Luciano, Lucy Ramos, Lua Blanco,
Ursula Corona, Joana Balaguer, Paulo Palha, Martin Balaguer Palha, Leandro
Soares, Marina Moschen, Jade Seba, Marina Moschen, José Luiz Gandini, Edgardo
Martolio, Luciana Jordão e Marcelo Bartolomei foram algumas das figuras
públicas brasileiras a deixar a sua marca (cedros do Bussaco e azereiros) no
Vale dos Abetos e na Avenida dos Cedros, em plena Mata Nacional do Bussaco. 
Alguns
dos atores e atrizes ficaram bastante emocionados com o momento. Carla Diaz,
atriz e cantora Carla Diaz de origem latina, chegou mesmo a escrever nas redes
sociais: “hoje estou criando raízes,
literalmente. E dizem aqui em Portugal que quem planta uma árvore fica mais
próximo de Deus…
Realmente
é uma conexão única e emocionante. Ainda mais quando soube que essa planta –
azereiro – é uma relíquia nativa de Portugal e Espanha, lugares de onde vieram
meus antepassados. Adorei ter sido convidada para esse projeto da Fundação da
Mata do Bussaco!
”.
Jade
Seba, atriz, blogueira e digital influencers, não cabia em si de contente pela
oportunidade que lhe foi dada de plantar uma árvore numa mata que é candidata a
Património Mundial da UNESCO: Estou
emocionada e feliz. Espero regressar para ver a minha árvore crescida!
”,
disse.
Para
além dos artistas brasileiros, também a guitarrista portuguesa Marta Pereira da
Costa plantou um azereiro no Bussaco. Depois do namorado, o músico Rui Veloso,
ter plantado uma árvore, há cerca de meio ano, na Fonte do Carregal, junto ao
Palácio do Bussaco, foi agora a vez de Marta deixar a sua marca nesta mata do
concelho da Mealhada. “É uma honra e um
privilégio e agradeço a oportunidade que me foi dada pela Fundação Mata do
Bussaco, que louvo pelo trabalho de reflorestação que tem vindo a implementar
em defesa de uma floresta que é de todos nós
”, afirmou a artista portuguesa.
Recorde-se
que estas e outras figuras públicas brasileiras e portuguesas marcaram
presença, durante uma semana, na Mata Nacional do Bussaco para participarem em
sessões fotográficas da revista Caras Brasil, no âmbito da iniciativa “Castelo
da Caras
” que a referida publicação promove, uma vez por ano, nos locais mais
emblemáticos e mais bonitos a nível mundial. O ano passado, a Caras Brasil
escolheu Nova Iorque para a sessão fotográfica e para a festa do “Castelo da
Caras”. Este ano, a revista brasileira optou por “um lugar de sonho e mágico”:
Mata Nacional do Bussaco.
Para o presidente da Câmara Municipal
da Mealhada, Rui Marqueiro, “a escolha
do Bussaco por parte da Caras Brasil é um orgulho para a Mealhada e só vem
reforçar a nossa convicção de que faz todo o sentido sermos rapidamente
classificados como Monumento Nacional e, a seu tempo, como Património Mundial
da UNESCO
”.