POLÍTICA – Tiago Estêvão Martins recandidato à Federação Distrital de Coimbra da JS

0
1
Tiago
Estêvão Martins, atual presidente da Federação Distrital de Coimbra da
Juventude Socialista, apresenta no próximo dia 1 de dezembro a sua
recandidatura no Hotel Astória, pelas 16 horas.

Primeiro subscritor da moção “Juventude
de Convicções
”, Tiago Estêvão Martins submeter-se-á a votos no próximo dia
16 de dezembro, onde deverá ser formalmente eleito após ter sido a única
candidatura entregue findo o prazo.

O conimbricense afirma que “o
consenso e a coesão da estrutura federativa da JS é sinal de maturidade e de
uma estrutura que sabe acolher a pluralidade de pensamento mas, acima de tudo,
a garantia de uma estrutura focada em trabalhar em prol da região
”.

Candidato a vereador da Câmara Municipal de Coimbra nas passadas
eleições autárquicas, desempenha funções de Técnico Especialista no Gabinete do
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior desde 2015, tendo
recentemente sido designado como representante nacional para o Bologna Follow-Up
Group.

Doutorando
em Políticas Públicas no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, é Mestre em
Comunicação e Jornalismo pela Universidade de Coimbra, onde foi reconhecido com
4 prémios de mérito académico.

A par do percurso profissional e académico, Tiago Estêvão Martins
foi, entre 2013 e 2015, dirigente da European Students’ Union (ESU), integrando
a direção do órgão de cúpula dos estudantes do Ensino Superior europeu, que
representa 15 milhões de estudantes de 39 países.

Ao serviço
da Associação Académica de Coimbra (AAC) assumiu funções enquanto
vice-presidente da Direção-Geral. Foi ainda Presidente do Núcleo de Estudantes
da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e membro da Assembleia
Estatutária da AAC.

Membro da Comissão Política Nacional do Partido Socialista, exerce
funções como membro do Secretariado Nacional da Juventude Socialista desde 2014
e como Presidente da Federação Distrital de Coimbra da JS desde 2015. Presidiu
à Concelhia de Coimbra da Juventude Socialista entre 2013 e 2015.