DESPORTO – CAD-UPCC/Opticalia vence Carnide e aproxima-se do topo da classificação

0
2
A contar para a 9.ª jornada
do Nacional da I Divisão Feminina, o CAD/UPCC-Opticalia recebeu e venceu o
Carnide por uns confortáveis 71-49.

Depois de uma derrota por 3
pontos no fim-de-semana passado, em casa do Coimbrões, atual 2.º classificado
da prova, era com alguma expectativa que se aguardava o embate com o Carnide,
candidato assumido à subida à Liga Feminina.

No primeiro quarto, a
formação laranja entrou muito concentrada a defender e com critério na sua
organização ofensiva, conseguindo um parcial de 8-0. Um oportuno desconto de
tempo do treinador adversário, permitiu à sua equipa melhorar os vários aspetos
do jogo, equilibrando a partida a 14 pontos no final do período.

No segundo quarto, o Carnide
aproveitou as facilidades defensivas concedidas para, com dois triplos
consecutivos, se distanciar no marcador a meio do período, conseguindo uma
vantagem de 5 pontos. Foi a vez do treinador Nuno Rebelo pedir um desconto de
tempo, travando assim o ascendente da formação da capital. As suas jogadoras
regressaram ao campo com outra atitude e concentração. Uma notória melhoria na
defesa do bloqueio direto tirou espaço para os lançamentos longos, ao mesmo
tempo que a forte marcação às jogadoras interiores aumentava a dificuldade de o
adversário pontuar. Aproveitou bem o CAD/UPCC-Opticalia para aplicar um parcial
de 18-7, recuperando assim a liderança no marcador. Ao intervalo, o marcador
situava-se em 36-30.

No reatar da partida, as
meninas de laranja dilataram o marcador para 10 pontos de diferença e, quando
tudo apontava para uma vitória tranquila, assistiu-se a um “apagão” ofensivo,
que permitiu ao Carnide equilibrar o jogo (47-44) no final do 3.º quarto.

No último período do jogo, e
com o resultado final em aberto, o treinador visitante optou por trocar a
defesa hxh para zona, o que se revelou fatal para as suas aspirações. Bruna
Vieira, Oyanaisy Gelis e Andreia Rebelo, com um triplo cada, colocaram o marcador
a 15 pontos de diferença. Até ao final da partida, a vantagem avolumou-se para 22
pontos, permitindo ao CAD infligir um impressionante parcial de 24-5.

Na equipa da casa, destaque
para o “duplo-duplo” de Maria João Andrade (15 pontos; 11 ressaltos), para a
jovem sub-19 Rafaela Carrito (10 pontos; 4 ressaltos) e para a internacional
cubana Oyanaisy Gelis, MVP da partida, que também com um “duplo-duplo” (20
pontos; 10 ressaltos) liderou superiormente a formação do CAD/UPCC-Opticalia a
uma extraordinária vitória. No Carnide, Maria Santos (19 pontos; 8 ressaltos) e
Erica Baptista (13 pontos; 6 ressaltos) foram as mais esclarecidas.

No próximo fim de semana, a
formação do CAD/UPCC-Opticalia recebe o Guifões, líder da competição.