AVISO À POPULAÇÃO: Temperaturas negativas aconselham medidas preventivas

0
3
População aconselhada a estar atenta
às informações da meteorologia,
indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança
“.

A Autoridade Nacional de
Proteção Civil (ANPC), após contactos com o Instituto Português do Mar e da
Atmosfera (IPMA), avisa a população para o “
agravamento das condições meteorológicas” nos “próximos 3 dias“.

Em comunicado, a Proteção
Civil chama a atenção, principalmente, para a descida da temperatura,
com valores a situar-se entre -4º e 2º C nas
regiões do interior norte e centro entre 0 e 4º C nas regiões do sul e do
litoral norte e centro
.

Alerta ainda para as fortes
rajadas de vento a soprarem do quadrante norte, no litoral e nas terras altas,
que podem ir até aos 70 km/h, e para a
formação de gelo ou geada nas regiões do norte e centro.

A Autoridade Nacional
de Proteção Civil (ANPC) avisa para que a população evite dentro do possível as
saídas de casa e pede cuidados aos automobilistas por causa da possível
formação de gelo nas estradas.

A ANPC alerta, por outro lado, que a
população tenha cuidados com as lareiras e braseiras, procurando cautelas com a
ventilação dos espaços, por forma a evitar intoxicação e inalação de gases.

As
autoridades também aconselham a que se usem várias camadas de roupa e que a
população possa estar protegida nas extremidades do corpo com o uso de luvas,
gorros e cachecóis.

Perante este cenário, a ANPC propõe 12
medidas preventivas:
  • Evitar a exposição prolongada ao frio e a
    mudanças de temperatura bruscas;
  • Envergar várias camadas de roupa folgada e
    adaptada à temperatura ambiente;
  • Proteger as extremidades do corpo com
    gorro, cachecol, luvas e meias quentes;
  • Ingerir sopas e bebidas quentes e evitar o
    consumo de bebidas alcoólicas;
  • Envergar vestuário adequado por parte de
    trabalhadores que exerçam actividades ao ar livre e evitar que exerçam esforços
    excessivos durante as tarefas que realizem;
  • Tomar especial atenção aos equipamentos de
    combustão (braseiras e lareiras), os quais podem causar intoxicação e conduzir
    à morte devido à acumulação de monóxido de carbono;
  • Assegurar a adequada ventilação das
    habitações;
  • Evitar o uso de dispositivos de
    aquecimento antes de dormir, cuidando de os desligar da corrente antes de
    deitar;
  • Adoptar uma condução defensiva e ter
    especial atenção aos locais da estrada onde seja susceptível a formação de
    gelo;
  • Atender aos familiares e vizinhos que
    possam necessitar de auxílio e apoio, nomeadamente pessoas mais idosas ou em
    condições de maior isolamento;
  • Dedicar especial atenção aos grupos da
    população mais vulneráveis, como as crianças, os idosos e as pessoas portadoras
    de patologias crónicas, bem como os sem-abrigo;
  • Estar atento às informações meteorológicas
    e aos conselhos e recomendações da Protecção Civil e das Forças de Segurança.

·