FUTEBOL – Juniores do União Futebol Clube sofrem pesada derrota em casa

0
1

O Eirense foi ao reduto do
União FC vencer por 0-3, em duelo da 1.ª jornada da fase de manutenção da 2.ª
Divisão de Juniores, e voltou a mostrar que nos dérbis distritais tem estatuto
intocável na competição.

O conjunto de Eiras entrou melhor
no encontro e logo no minuto sete chegou à vantagem com um bom remate de
Anthony, já na área e descaído para o lado direito, que só terminou no fundo
das redes. O encontro seguiu equilibra – do até ao derradeiro instante do
intervalo em que Miguel Caetano, solicitado por um livre lateral de Bernardo,
falhou por pouco o desvio de cabeça que aumentaria a vantagem para os
forasteiros.

Na etapa complementar, os
anfitriões quiseram mostrar que podiam discutir o resulta – do até ao fim e
Veigo, num livre directo, deu o primeiro sinal de perigo. Pouco depois, aos
55’, Hugo colocou a bola na área e testou a atenção de Tiago Silva que foi
obrigado a socar o esférico causando alguns calafrios na área dos visitantes.
Volvidos apenas dois minutos, o União FC teve um penálti a favor após derrube
de Mané na área, mas Tiago, na hora de converter, permitiu uma boa parada a
Tiago Silva que salvou desta forma o empate.

Como “quem não marca sofre”,
foram os visitantes que acabaram por cumprir essa máxima e o recém-entrado
Evghenny, que substituiu Xavi, aproveitou um cruzamento da direita de Tamble
para, já dentro da área, atirar a contar e fazer o marcador mexer novamente
para os forasteiros com a incerteza no resultado como que se a desvanecer no
marcador (0-2).

Mas o Eirense não se ficou por
aí e, após derrube de Evghenny na área, Gui Nunes não perdoou e converteu a
grande penalidade que colocou o resultado em 0-3.

Antes do final, Cláudio ficou
perto de um golo que seria merecido pela entrega e reacção na etapa complementar
dos anfitriões.

Ricardo Ferreira Santos – Diário de Coimbra