Ninguém merece

1
4

Uma criança não merece perder a sua inocência à mercê da crueldade sem
escrúpulos da humanidade. Uma criança não merece que lhe roubem o seu sorriso,
pondo no seu lugar lágrimas, sangue e dor. Uma criança não merece estar
impedida de brincar, por ter de se preocupar em fugir e esconder-se, na
esperança (por vezes vã) de que não lhe roubem também a vida. Uma criança não
merece testemunhar tanto ódio, tanta guerra, tanto sangue, tanto desespero e
tanta angústia… Uma criança não merece perder a sua liberdade e o seu futuro,
por ficar presa numa guerra tão horrenda e tão fria, da qual nem sequer tem
nenhuma responsabilidade… Mas que, mesmo assim, acaba por sofrer as suas
consequências desastrosas, na vez daqueles que efectivamente têm essa
responsabilidade.
Não merece nenhuma criança e não merece ninguém.
E nós aqui neste canto sossegado e outros que partem na tentativa de
ajudar, olhando impotentes perante uma maldade pura e crua que se impõe com
toda a sua força…
Sempre pensei que ainda havia esperança para nós, e algumas pessoas
fazem-nos querer continuar a acreditar nisso, mas cada vez me impressiono mais
com aquilo que nós somos capazes de fazer. Eu já não sei o que é ser humano.
Aliás, eu já nem sei se quero ser humana. Se o ser é isto… É esta natureza
cruel, fria, mesquinha, gananciosa, egoísta e medíocre, então eu prefiro ser
outra coisa qualquer, porque não compactuo com tal leviandade.
Nós somos o nosso pior inimigo. Nós destruímo-nos sozinhos (e num
instante). Nós estamos a acabar com o mundo… Com tudo o que faz parte deste
mundo, a que nós chamamos casa (por enquanto). E até o mundo se está a revoltar
contra nós!…
Precisamos tão desesperadamente de mudar! Precisamos tão desesperadamente
de gentileza, amizade e amor, perdão, bondade, cooperação… Enfim, de qualidades
que sejam realmente humanas! Precisamos profundamente de resistir à sedução do
ódio e da guerra… Porque esse é o caminho mais fácil de seguir, mas leva-nos
a um beco sem saída… E o grande problema é que podemos não encontrar o caminho
de volta!…
Mariana Assunção

Foto: Memorial às Vítimas Crianças, massacradas pelas tropas de Hitler em Lidice (Polónia), durante a II Guerra Mundial