HOMENAGEM – A Imprensa Regional está de luto

0
1
A COMARCA DE ARGANIL destaca
esta semana o falecimento, aos 90 anos, de António Lopes Machado, diretor desse
jornal, no hospital Egas Moniz, em Lisboa, onde estava internado devido ao
agravamento do seu estado de saúde. Essencialmente jornalista, foi também
escritor com mais de uma dezena de livros publicados. Durante meio século foi
redactor em Lisboa d’A Comarca de Arganil. Foi também vice-director e editor da
revista cultural Arganília (com 23 volumes editados), além de colaborar
eventualmente em outros órgãos da imprensa.

O Movimento Regionalista da
Beira Serra teve em Lopes Machado o seu principal divulgador através de
constantes notícias, reportagens, entrevistas e crónicas sobre as actividades
do Regionalismo, do qual foi também dirigente associativo. Viajou pelos cinco
Continentes e reuniu nos seus livros boa parte dos seus textos jornalísticos
que lhe deram um lugar de relevo na Imprensa Regional. Esteve várias vezes no
Brasil e participou de numerosos encontros culturais do Centro de Estudos Fernando
Pessoa de São Paulo. Entre os seus principais livros, assinalamse os estudos
Brás Garcia Mascarenhas (1956), A História do Petróleo (1960), Rotas do
Universo (1981-2000), Pombeiro da Beira e sua Freguesia (2004), Casa da Comarca
de Arganil (1929-2004), Primeiro Ano do Século XXI (2002), Crónicas
Regionalistas (1994-2004) e, também em 2 volumes, Crónicas e Memórias (2008).
António Lopes Machado faleceu no passado dia 15, e o funeral realizou-se sábado
em Casal Frade, na freguesia de Pombeiro da Beira.

Paulo
Mattos Afonso
| A Comarca de Arganil