MATA DO BUSSACO – “Trilho dos Famosos” vai ser naugurado a 7 de abril

0
3
A Fundação Mata do Bussaco vai inaugurar, no dia 7 de abril (sábado), às
16h, na Mata Nacional do Bussaco (Luso, Mealhada), o “
Trilho dos Famosos”.
Trata-se de um percurso que leva o público a conhecer as árvores que foram
plantadas nesta floresta pública candidata a Património Mundial
da UNESCO, nos últimos dois anos, por 26 figuras públicas portuguesas, sendo
que o primeiro a deixar a sua marca foi Pedro Abrunhosa (fevereiro de
2016), seguindo-se José Cid, Gabriela Carrascalão, Rui Reininho,
Marco Paulo, Sofia Aparício, Rui Veloso, Luís de Matos, Luís Represas, Maya,
José Luís Peixoto, Eládio Clímaco, Dina Aguiar, Eduardo Beauté, Paula
Magalhães, Carla Andrino, Biscaia Fraga, Amor Electro, José Pedro Gomes,
António Machado, Vítor Melícias, David Antunes, Joana Schenker, Vozes da Rádio,
Raquel Loureiro e Fernando Tordo.
Na inauguração do novo trilho, que decorrerá na Fonte do Carregal (próximo
dos jardins do Palácio do Bussaco), estarão presentes algumas das
personalidades que plantaram árvores em vários locais da Mata Nacional. Eládio
Clímaco (ex-apresentador do Festival da Canção e dos Jogos Sem Fronteiras),
Maya (apresentadora de televisão e taróloga), David Antunes (cantor), Dina
Aguiar (jornalista da RTP) e Fernando Tordo (cantor) são alguns dos que já
confirmaram as suas presenças.
Recorde-se que o “Trilho dos
Famosos
” é uma ideia da Fundação Mata do Bussaco inserida no projeto
“Criar Raízes”, uma iniciativa de reflorestação e reabilitação daquela que
é a única floresta pública portuguesa com a certificação FSC (gestão
florestal ambientalmente adequada, socialmente benéfica e economicamente
viável). 
Já tínhamos o Trilho
da Floresta Relíquia, o Trilho Militar, o Trilho da Água, o Trilho do
Adernal… E dentro de muito pouco tempo teremos um importantíssimo trilho, que
será o das Árvores Notáveis (estamos só a aguardar a publicação em Diário
da República da classificação, já aprovada pelo Instituto de Conservação
da Natureza e Florestas, das espécies arbóreas). Faltava-nos o Trilho dos
Famosos, para juntar num só percurso as árvores plantadas por figuras públicas
“,
explicou o presidente da Fundação Mata do Bussaco (FMB), António Gravato,
acrescentando que junto a cada árvore “famosa” será afixada uma placa com
o nome de quem plantou, um breve resumo da pessoa, a sua fotografia, o
nome da espécie plantada e a respetiva data. Será ainda facultado um mapa para
que os visitantes possam chegar mais facilmente a cada uma dessas árvores.
Convidar figuras públicas para
plantar árvores no Bussaco é muito mais do que apenas pretender dar a conhecer
melhor esta Mata Nacional. É querer dar um sinal aos portugueses da
necessidade de todos contribuirmos para a preservação do meio ambiente e, em
particular, para a reflorestação dos 105 hectares da Mata Nacional do Bussaco
”,
considera o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, que
“apadrinhou”, com a sua presença, quase todas as plantações.
Nos últimos anos, todo o trabalho de limpeza e reabilitação do Bussaco
decorreu no âmbito do projeto BRIGHT – “
Bussaco´s Recovery from Invasions Generating Habitat Threats”, com o apoio do
Programa LIFE+. Com a sua execução, a FMB visou a conservação/valorização
de um habitat relíquia: o adernal, cuja distribuição mundial se circunscreve aos
escassos hectares existentes no Bussaco; o controlo/erradicação de flora
exótica invasora que ameaça o adernal e demais espécies/habitats da Mata,
através de trabalhos de continuidade centrados no ensaio e aplicação de
novas práticas de controlo, dirigidas a espécies arbóreas e herbáceas,
algumas das quais nunca aplicadas no contexto nacional e outras apenas a
escalas mais reduzidas; o envolvimento ativo, nas atividades de
conservação/valorização e controlo/erradicação, de diversos públicos e
entidades, e da sociedade civil em geral (residentes, alunos, turistas,
entre outros), com a perspetiva de assegurar o exercício de uma cidadania ativa
e responsável em prol da conservação da natureza e da biodiversidade.