CAPITULO – Confraria da Lampreia ganha novos confrades em ambiente de reflexão

0
3

Foi uma reflexão diferente do
habitual. Não se falou de gastronomia, muito menos de lampreia ou da promoção
do território, mas fez-se o apelo à intervenção de cada um na defesa do
património e, sobretudo, na defesa da vida. Ontem, no XV Capítulo da Confraria
da Lampreia, de Penacova, a oração de sapiência esteve a cargo de Xavier
Viegas, director do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da
Universidade de Coimbra, que não escondeu a «surpresa» pelo convite para
intervir no capítulo de uma confraria, mas admitiu que, depois das tragédias de
Julho e Outubro, com os grandes incêndios que também passaram por Penacova,
passou a estar disponível para falar em qualquer plateia. Porque afinal,
admitiu, por muitos estudos que se façam ou leis que se criem, é em cada um dos
cidadãos que está a resposta aos incêndios a que dá o nome de «prevenção».


«As consequências dos incêndios de 2017 não se podem repetir e isso
depende de nós
», afirmou Xavier Viegas, perante uma plateia de confrades e
confreiras de todo o país que seguiu atentamente as explicações do
investigador. Xavier Viegas entende que «é preciso aproveitar a debilidade que
se criou no país para mudar as coisas
» e apelou aos presentes para a prevenção
e sensibilização, que passam, desde logo, pela limpeza dos terrenos, mas também
pela consciencialização de que é preciso diminuir o número de ignições, sejam
elas voluntárias ou negligentes.

Numa oração de sapiência
“pintada” de cinza, sobressaiu o colorido da plateia, onde marcaram presença 53
confrarias, de Norte a Sul do país e duas confrarias amigas estrangeiras, que
se deslocaram para o XV Capítulo da Confraria da Lampreia. «A lampreia é um dos nossos principais
recursos e Penacova, nessa matéria, tem um futuro grande e um grande passado
»,
afirmou o presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira, que
destacou o «trabalho de décadas»
existente no concelho no bem saber confeccionar a lampreia e que a Confraria
veio dar «novo corpo, nova alma e um
novo espírito de promoção
».
Quinze
novos confrades na defesa da lampreia e da região
Com 136 elementos, o que faz
dela a maior corporação do distrito, os Bombeiros Voluntários de Penacova foram
ontem entronizados como confrades de honra da Confraria da Lampreia. 
Neste XV Capítulo, foram ainda
entronizadas três empresas – Construções Alcino Filipe Francisco, Farmácia
Penacova e Padaria do Parque – bem como 11 confrades efectivos individuais: Ana
Isabel Silva, Beatriz de Noronha, Bernardo Quintela, Catarina Sofia Mateus,
Francisco Almeida Araújo, Luísa Cardina Louro, Magda Rodrigues, Paula Cristina
Silva, Rosa Manuela Simões, Vítor Manuel Esteves e Maria Lúcia Martins.
Margarida
Alvarinhas
 (texto) Figueiredo (foto) – Diário de Coimbra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui