AMBIENTE – CDS questiona tutela sobre morte de peixes no rio Alva

0
2
Os deputados do CDS interpelaram
o governo sobre se é conhecimento do ministro do ambiente da
morte de um elevado
número de peixes no rio Alva – enguias, pardelhas e ruivacos – na zona de
influência da Albufeira das Fronhas,
e se está a ser efetuado “algum
tipo de controlo sobre a manutenção do nível de caudais, nomeadamente junto das
albufeiras afectadas, e se está definido algum caudal ecológico naquele afluente do Mondego.”
Apesar de “serem muitas e frequentes as denúncias, principalmente nas
redes sociais, quase sempre com fotos e/ou vídeos, dando conta de episódios que
prejudicam gravemente o ecossistema, sejam eles descargas poluentes ou outras
ações que causem, como neste caso, a destruição quer da vida animal quer da
flora adjacente aos cursos de água
”, os
centristas acusam o ministro da tutela de nada ter feito para evitar que
situações como esta ocorram.
Os parlamentares do CDS, alertam para a riqueza
da zona da Albufeira das Fronhas, exortando o ministro a tomar medidas que “promovam, não só a investigação de fatores
naturais, mas também o estudo do impacto da ação humana sobre o ambiente,
prevenindo situações futuras e minimizando e corrigindo problemas existentes no
presente
”, já que se trata de “uma
área de grande beleza natural, que convida à vivência em harmonia com a água,
quer através de momentos de puro lazer, quer com várias atividades lúdicas e
desportivas, sobretudo a prática recreativa da pesca no rio Alva.”