POLÍTICA – Pedro Coimbra assume direção de campanha de António Costa

0
3


A primeira reunião da Comissão
Política Distrital de Coimbra do Partido Socialista (PS), que decorreu este
sábado, no Hotel Tivoli, em Coimbra, elegeu o novo secretariado da Federação,
proposto por Pedro Coimbra, para o acompanhar no seu quarto mandato, que durará
dois anos e terá que lidar, neste período, com eleições europeias, legislativas
e internas.

Quanto a estas últimas, foi
tornado público que Pedro Coimbra será o diretor de campanha de António Costa
na sua recandidatura a secretário-geral do partido.

O novo secretariado apresenta
cinco novos nomes em relação ao anterior, desde logo com a inclusão de três
presidentes de câmara. Nuno Moita (Condeixa), Humberto Oliveira (Penacova) e
Lurdes Castanheira (Góis) passam a desempenhar funções neste novo órgão, sendo
que Nuno Moita foi chamado para a vice-presidência. Daniel Antão e Bruno Paixão
passam também a integrar o órgão executivo da Federação de Coimbra do Partido
Socialista.

Preocupações
em debate

A primeira reunião da Comissão
Política Distrital foi rica no debate político, trazendo temas centrais da vida
coletiva dos cidadãos do distrito, como a nova maternidade em Coimbra, a
requalificação do IP3, o Sistema de Mobilidade do Mondego, a autoestrada
Coimbra-Viseu, o estacionamento junto aos Hospitais da Universidade de Coimbra,
e a reprogramação do Portugal 2020.

Pedro Coimbra havia assumido,
nas eleições internas que o reelegeram em março para o seu quarto mandato, “o compromisso de pugnar pelas causas
mobilizadoras que se colocam como as mais prementes para o distrito
”. Na
sua intervenção na Comissão Política Distrital reiterou o compromisso,
referindo que o fará, quer no âmbito das suas funções partidárias distritais e
nacionais, quer também enquanto autarca e deputado à Assembleia da República,
“não abdicando de nenhuma oportunidade para a defesa intransigente do nosso
território, do seu desenvolvimento e da melhoria das condições de vida dos
cidadãos.