BASQUETEBOL – CAD-UPCC/Opticalia vence CPN e ganha vantagem no playoff

0
2

Em jogo a contar para os
quartos-de-final do playoff da I
Divisão Feminina, defrontaram-se o CAD-UPCC/Opticalia e o CPN/SABSEG Seguros,
respetivamente primeiro e oitavo classificados da fase regular, levando a
melhor a formação de Chelo, que venceu fora de portas por 49-58.

O início da partida evidenciou
um grande equilíbrio entre as duas formações. As precipitações no ataque e as
constantes perdas de bola por parte das Cadistas permitiram um ligeiro
ascendente do CPN na partida, imediatamente travado com um desconto de tempo
solicitado pelo treinador Nuno Rebelo. No regresso ao campo, a formação laranja
trouxe mais qualidade ao seu jogo e, com um parcial de 0-12, reverte o
resultado de 12-9 para 12-21 no final do 1.º período.

O começo do segundo quarto
ficou marcado pela lesão da base cubana Oyanaisy Gelis, que ao ser substituída
deixava o CAD-UPCC/Opticalia privado da sua jogadora mais influente. Aproveitou
o CPN para aumentar a pressão defensiva, sem causar, no entanto, grandes
dificuldades às opositoras, que mantinham a vantagem de 9 pontos a dois minutos
do intervalo. As excelentes exibições das duas postes, Djenifer Monteiro e
Maria João Andrade, causavam muitos problemas defensivos às jogadoras da casa e
faziam esquecer a lesão da colega. A terminar o segundo tempo, três distrações
defensivas consecutivas e um par de lançamentos falhados permitiram ao CPN encurtar
a diferença para 4 pontos ao intervalo (29-33).

No início do terceiro período,
um triplo de Catarina Borges foi o suficiente para galvanizar a sua equipa, que
novamente com Oyanaisy Gelis em campo arrancou para um parcial de 0-12,
colocando o marcador em 31-48, quando faltavam dois minutos para terminar o
período.

O quarto em último tempo foi o
pior, com as equipas a errarem demasiado no capítulo do lançamento e nem sempre
a tomarem as melhores decisões ofensivas. Assistiu-se a um gerir do marcador e
do esforço das jogadoras por parte das visitantes, o que retirou espetacularidade
à partida.

Destaques individuais, na
equipa do CAD-UPCC/Opticalia, para a MVP da partida, Djenifer Monteiro (15
pontos; 17 ressaltos; 2 assistências; 1 desarme de lançamento), Maria João
Andrade (16 pontos; 11 ressaltos; 4 assistências) e Oyanaisy Gelis (8 pontos; 10
ressaltos; 5 assistência; 1 desarme de lançamento). No CPN, Alexandra Meinedo
(9 pontos; 4 ressaltos; 1 assistência; 2 roubos de bola) foi a jogadora em
maior evidência.

Importante vitória, num jogo
intenso, que deixa a formação Cadista a apenas uma vitória das meias-finais do
campeonato.