BASQUETEBOL – CAD-UPCC/Opticalia vence CPN e segue para as meias-finais da I Divisão

0
7

No segundo jogo dos
quartos-de-final do playoff da I
Divisão Feminina, a formação do CAD-UPCC/Opticalia não facilitou e venceu o CPN/SABSEG
Seguros por 69-60, carimbando a passagem às meias-finais do campeonato.



Com um primeiro período
muito equilibrado, entrou melhor a formação da casa, que com dois triplos
consecutivos colocou o marcador em 8-4. Uma boa reação do CPN permitiu o empate
e, posteriormente, a liderança do marcador à passagem do minuto sete, altura em
que as Cadistas, fruto da sua forte presença e eficácia junto do cesto,
reverteram o resultado a seu favor. Os primeiros dez minutos terminaram com o
resultado em 21-15.



No segundo quarto, a equipa
da casa não fez jus ao facto de ser a melhor defesa do campeonato e não
conseguiu contrariar a melhor dinâmica ofensiva das adversárias que, lideradas
por Francisca Meinêdo e Catarina Rolo, marcaram 19 pontos contra 17, colocando
o marcador em 38-34 ao intervalo.



Após o descanso, assistiu-se
a um vendaval ofensivo das anfitriãs. A constante procura das vantagens
interiores, onde se destacou Djenifer Monteiro, com 10 pontos, 7 ressaltos e
uma irrepreensível prestação defensiva, foi a chave para terminar o período com
uma vantagem de 20 pontos.

No último quarto da partida,
o CPN aumentou a pressão defensiva, alterou a defesa e conseguiu encurtar a
diferença pontual para 15 pontos. Um desconto de tempo pedido pelo treinador da
casa, devolveu a tranquilidade necessária às suas jogadoras que, a cinco
minutos do final, venciam por 21 pontos de diferença. Inexplicavelmente, uma
sucessão de oito perdas de bola que originaram eficazes contra-ataques das
forasteiras, associadas a algumas faltas despropositadas, que levaram as
jogadoras da equipa de Ermesinde para a linha de lance livre, fizeram com que a
poucos segundos do final a diferença entre as duas equipas fosse de apenas 7
pontos.

Na equipa do
CAD-UPCC/Opticalia, destaques individuais para a MVP da partida, Djenifer
Monteiro (23 pontos; 11 ressaltos; 3 assistências), Oyanaisy Gelis (8 pontos; 6
ressaltos; 7 assistências; 7 roubos de bola; 1 desarme de lançamento) e Maria
João Andrade (10 pontos; 10 ressaltos; 2 assistências). No CPN, Catarina Rolo
(17 pontos; 3 ressaltos; 3 assistências; 1 roubo de bola; 1 desarme de
lançamento) foi a mais inconformada.



Vitória justa da equipa com
mais argumentos, que consegue assim o seu 13.º triunfo consecutivo, seguindo
para as meias-finais do Campeonato Nacional da I Divisão Feminina.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui