BASQUETEBOL – Equipa de Carnide tira ao CAD/UPC Chelo o sonho de ser campeão

0
3
O CAD/UPC Chelo já não pode
sagrar-se campeão nacional da 1.ª Divisão feminina, isto porque sofreu ontem,
em Chelo (Penacova), a segunda derrota nas meias-finais do campeonato diante do Carnide
por 52-57, depois de na semana passa da ter perdido por 66-49.

Num desafio muito equilibrado,
em que nenhuma das equipas conseguiu “cavar” uma grande distância, a turma
anfitriã acabou por ficar condicionada por causa de duas jogadoras. A
cabo-verdiana Djenifer Monteiro jogou apenas nove minutos tendo sido excluída
com cinco faltas no início do terceiro período, enquanto no derradeiro período
o treinador Nuno Rebelo não pôde pratica mente contar com a base Gelis Gonzalez
por causa de uma lesão, altura em que as cadistas até lideravam o marcador.

Além disso, também o facto da
turma “laranja” ter desperdiçado cinco lances livres nos últimos 3.30 minutos
complicou uma tarefa que, por si só, já era difícil.

Apesar de perdida a possibilidade
de se sagrar campeã, a equipa do CAD já tinha alcançado a subida de divisão por
via do 1.º lugar na fase regular, pelo que em 2018/2019 vai competir no escalão
máximo da modalidade, a Liga Feminina.

«Esta equipa não tinha como objectivo definido subir de divisão, nem ir
à final do campeonato. O objectivo era ir aos “playoff” e qualquer 4.º ou 5.º
lugar seria muito meritório. No entanto, face ao compromisso das jogadoras e ao
que conseguiram desenvolver, chegámos à frente e ganhámos a fase regular. No
entanto, sabíamos que na parte final da época, com a ausência de quatro
jogadoras estávamos altamente condicionados quer nos treinos, quer nos jogos
»,
constatou o treinador Nuno Rebelo em declarações ao jornal embora se tenha
recusado a agarrar-se às desculpas: «Teve
tudo ao nosso alcance e neste jogo aqui houve mais demérito nosso do que mérito
do Carnide. De qualquer forma, mesmo que tivéssemos ganho, com a lesão da Gelis
seria complicado amanhã (hoje) porque a equipa ficaria ainda mais condicionada
»
Ricardo Ferreira Santos
Diário de Coimbra