CIM Região de Coimbra promove iniciativa inovadora na Gestão do Risco à Escala Intermunicipal

0
2


Consciente da diversidade
geográfica e social existente no seu território, a Comunidade Intermunicipal da
Região de Coimbra promoveu esta terça-feira, uma mesa redonda sobre “
Gestão do Risco à Escala Intermunicipal – A
Capacitação da CIM-RC
” que de forma inédita contou com a participação de
decisores políticos, serviços da administração central e regional, jornalistas,
estruturas operacionais, entidades financiadoras e representantes das entidades
responsáveis pela execução dos referidos projetos, numa lógica multidisciplinar
para recolha de diversas visões sobre o trajeto a seguir.

Esta iniciativa inovadora de
capacitação colectiva contou com a participação do Secretário de Estado da
Proteção Civil, Artur Neves, tendo
como moderadora a docente da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Alexandra Aragão, e intervenções dos
representantes da direcção da CIM Região de Coimbra, José Brito, Vice-Presidente da CIM-RC, José Carlos Alexandrino, Vice-Presidente da CIM Região de Coimbra e
Jorge Brito, Secretário Executivo da
CIM Região de Coimbra, bem como de Alexandre
Tavares
, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, João Loureiro, da Universidade de
Coimbra, Paulo Caridade, da empresa

SpaceLayerTechnologies, Lda., Raúl Almeida,
Presidente da Câmara Municipal de Mira, Ricardo
Fernandes
, Vereador da Câmara Municipal da Lousã, José Guedes, do Programa Operacional de Sustentabilidade e
Eficiência no Uso de Recursos, Jorge
Brandão
, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Cristina Garret, da Direção-Geral do
Território, Ilda Novo, do Instituto
Português do Mar e Atmosfera, Álvaro
Silva
, do Instituto Português do Mar e Atmosfera, Pimenta Machado, da Agência Portuguesa do Ambiente, Rui Rosmaninho, do Instituto de
Conservação da Natureza e Florestas, Carlos
Luís Tavares
, Nuno Seixas e Carlos Cruz, da Autoridade Nacional de
Proteção Civil, Armando Videira, da
Guarda Nacional Republicana, Pedro
Ribeiro
, Coordenador da Rádio Televisão de Portugal, João Campos, Diretor-Adjunto do Diário de Coimbra, e Agostinho Franklim, Diretor do Diário
As Beiras.

Com a competência de assegurar
a articulação de atuação entre os 19 Municípios que a compõe e os organismos da
administração central nas áreas do ordenamento do território, conservação da
natureza, recursos naturais, segurança e proteção civil, a CIM Região de
Coimbra executou recentemente dois projetos financiados pelo POSEUR,
nomeadamente, o Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas e o
Plano Intermunicipal de Gestão de Riscos que têm por objetivo estudar de forma
aprofundada os riscos e as previsíveis consequências das alterações climáticas
na Região para os diferentes setores de atividade, para além de elencar um
conjunto de ações que deverão definir as prioridades de investimento em
matérias de ordenamento do território, prevenção e gestão de riscos.

Paralelamente a isto, a CIM-RC
está a desenvolver o projeto “Ações
Inovadoras para a Prevenção e Gestão de Riscos
” que visa promover o reforço
da monitorização de parâmetros meteorológicos e hidrométricos na Região, para
além da criação de um sistema que deverá integrar numa plataforma única dados
de monitorização provenientes de diversas entidades.

Dado o grau de maturação dos
referidos projetos e o empenho que tem colocado no desenvolvimento de
candidaturas nesta área, a Comunidade Intermunicipal reuniu diversas entidades,
dando a conhecer o trabalho desenvolvido na Gestão do Risco à Escala
Intermunicipal e promovendo o debate das políticas e dos instrumentos
financeiros a implementar no futuro, de modo a proporcionar a adaptação da
região e do país aos novos cenários climáticos.

No encontro de trabalho foram
apresentadas várias sugestões pelos intervenientes nos domínios da educação,
comunicação social, interligação entre as entidades envolvidas nesta
problemática, tendo o Secretário de Estado, Artur Neves abordado as várias iniciativas do Governo na área da
protecção civil nomeadamente o programa “Aldeia Segura e Pessoas Seguras”.