PENACOVA – Rede Social organiza passeio sénior ao Parques dos Monges

0
2


O Município de Penacova, com o apoio das Juntas e Uniões
de Freguesia do Concelho e das IPSS’s locais, no âmbito do Plano de Ação da
Rede Social de Penacova para o ano 2018, vai realizar no próximo dia 28 de Setembro,
um PASSEIO SÉNIOR ao Parque dos Monges em Alcobaça, com almoço, lanche e
animação musical.

O Passeio destina-se a pessoas com idade igual ou
superior a 65 anos, podendo igualmente inscrever-se todas as que não
tenham ainda 65 anos de idade, desde que se encontrem aposentadas, reformadas, ou quando o seu cônjuge tenha já completado 65 anos.

Os interessados em participar deverão inscrever-se até ao
próximo dia 12 de setembro, inclusive, no Serviço de Ação Social da Câmara
Municipal de Penacova (edifício das Piscinas Municipais), nas Juntas ou Uniões
de Freguesia ou, em alternativa, nas IPSS’s da sua área de residência.


SOBRE
O PARQUE

O Parque dos Monges está localizado na Quinta das
Freiras, na cidade de Alcobaça e é constituído por seis vertentes: Ambiental,
Zoológico, Aventura, Temático, Animação e Alojamento  que chegam até
ao público através de um conjunto de equipamentos e atividades que visam criar
experiências únicas, pela forma como as mesmas irão recriar a forma de viver
dos monges da Ordem de Cister.

A Quinta das Freiras constitui uma das áreas mais
visíveis da presença monástica, pois foi aqui que os monges se instalaram
inicialmente – e que, durante 22 anos – numa pequena comunidade para preparem a
fundação e construção do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, no local onde
hoje se encontra e mais tarde nela asseguravam, através de práticas agrícolas
inovadoras para a época, todos os alimentos a que estavam obrigados pela
respectiva Ordem, a prestar às freiras residentes no convento situado a escassos
quilómetros na localidade de Cós. Assim, nasceu o nome de Quinta das Freiras,
constituindo um importante marco histórico ligado à presença da Ordem de Cister
na região, mas também à Batalha de Aljubarrota, dado que foi nesse local que as
tropas portuguesas montaram o acampamento para recuperar as forças e festejarem
a vitória sobre os castelhanos. Durante este período não houve em Portugal
ordem mais poderosa, devido sobretudo à riqueza de Alcobaça que foi também o
centro artístico e intelectual da Ordem.

Como se verifica, é com base em todo este valor histórico
e cultural, que o Parque dos Monges assenta a sua temática, ao recriar através
da animação turística um local de exposição e de participação dos visitantes em
atividades que recriam o modo de viver dos monges da Ordem de Cister. Por outro
lado, este complexo une a componente de animação turística a uma atitude
fortemente pedagógica ao nível da educação e sensibilização ambiental, tal como
se verifica nos equipamentos e atividades que o constituem.