VESPA ASIÁTICA – O município de Penacova já desativou 85 ninhos desde o início do ano

0
1

No âmbito
do Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa Velutina em Portugal,
desenvolvido pela DGAV e pelo ICNF em colaboração com o INIAV, o município de
Penacova tem procedido à desativação dos ninhos que são detetados na área
geográfica do concelho, como medida de controlo da proliferação desta espécie
também conhecida por vespa asiática, espécie não-indígena, predadora de
insetos, entre eles a abelha europeia, o que pode afetar a produção apícola
mas, igualmente, ter repercussões na biodiversidade e, tal como acontece com
outras espécies de vespas, na segurança dos cidadãos.
A
desativação dos ninhos na área do concelho, tem sido realizada como medida de
controlo da proliferação da espécie, não excedendo as 48h, o período entre o
conhecimento da existência do ninho e a sua destruição efetiva, através da
aplicação de inseticida, uma forma de atuação simples e eficaz que permitiu que
a autarquia tivesse eliminado 95 ninhos em 2017 e 85 já no corrente ano de
2018
.
Humberto
Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Penacova, destaca o trabalho
desenvolvido pelo Gabinete Técnico Florestal da Autarquia na divulgação, junto
da população do concelho, de informação relativa a esta espécie, às suas
caraterísticas e às dos seus ninhos, aos riscos inerentes à sua proliferação,
bem como à divulgação de como devem ser notificadas as suas localizações. Estas
ações, realizadas através de um folheto distribuído nas caixas de correio dos
habitantes do concelho e disponibilizado em vários locais de atendimento ao público,
bem como a dinamização de ações de formação destinadas a apicultores e/ou à
população em geral, foram, nas palavras do Presidente da autarquia,
determinantes para que a população do concelho se tornasse mais atenta a este
fenómeno, permitindo que, os serviços camarários conseguissem intervir num
maior número de ninhos, nomeadamente, na Freguesia de Carvalho, aquela onde até
ao momento se registou um maior número de ocorrências (58).
Para
Humberto Oliveira é igualmente de destacar, a parceria com a Associação
Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penacova que, no âmbito da sua ação
como agente da Proteção Civil, cede o seu veículo com plataforma elevatória e
respetivo manobrador, para a que os colaboradores da Câmara possam intervir na
desativação dos ninhos.