DONATIVO – Alves Bandeira oferece 10 mil euros aos Bombeiros de Penacova para compra de nova ambulância

0
3

Dos
cerca de 50 mil euros necessários para a aquisição de uma ambulância, praticamente
dez mil foram dados pela Alves Bandeira, uma verba resultante de uma parceria
realizada entre a empresa e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários
de Penacova, no âmbito do protocolo AB Vantagem.
O
cheque, no valor exacto de 9.192,44 euros, foi entregue esta sexta-feira aos
bombeiros, que assumiram desde logo que a verba vai ser usada para ajudar a
pagar a ambulância que já está encomendada e deverá ser entregue corporação em Novembro.
Trata-se de uma viatura que pretende substituir a ambulância do INEM que tem
passado demasiado tempo na oficina e que deveria ser substituída pelo Estado.
Mas
«não era possível continuar à espera do
Estado
», admitiu Paulo Dias, presidente da direcção dos Bombeiros de Penacova.

Em
ambas as partes envolvidas no protocolo houve «
surpresa» pelo valor que foi possível angariar e que demonstra «adesão forte» dos sócios e bombeiros,
como referiu Paulo Dias. Por cada litro de combustível abastecido, os bombeiros
receberam um a dois cêntimos. «
É um
trabalho muito vosso, trabalho da direcção, dos sócios e do corpo activo
»,
afirmou Pedro Bandeira, assessor de administração do Grupo Alves Bandeira,
destacando «
responsabilidade social
da empresa mas, acima de tudo, a «
paixão»
que une o grupo Alves Bandeira aos bombeiros do país, com quem a empresa estabelece
uma grande proximidade desde há vários anos.

António
Simões, comandante da corporação, sublinhou como é importante a aquisição de uma
nova ambulância, tendo em conta o volume de trabalho diário que os Bombeiros de
Penacova desenvolvem: 50 serviços por dia em média, dos quais 12 são na área da
saúde. «
Muitos deles não são pagos»,
anotou, frisando também que não raras vezes os bombeiros assumem o papel que
caberia ao Estado.
Sobre
averba angariada pelo protocolo entre a corporação e o grupo Alves Bandeira, o
comandante sublinhou que «o dinheiro é
para a população
» e lembrou que «os
bombeiros não são apenas para o Socorro
», actuam também a nível «ambiental e social». «Estas parceria constituem a motivação
acrescida para continuarmos este trabalho
», considerou.
Margarida Alvarinhas – Diário de
Coimbra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui