BASQUETEBOL – Vitória do CAD Coimbra/Chelo em jogo impróprio para cardíacos

0
2

Em partida a contar para a
sexta jornada da Liga Feminina de Basquetebol, o CAD Coimbra/Chelo deslocou-se à
Arena de Ovar para defrontar um histórico da modalidade.

Num primeiro quarto, onde
imperou o equilíbrio (12-15), levou a melhor a turma visitante, que tinha em Leidy
Ferreira a chave para abrir o cesto adversário.

No segundo quarto, a equipa
cadista marca 10 pontos em apenas três minutos, abrindo uma vantagem de 11 para
a Ovarense. Destaque, nesta fase do jogo, para as postes Irina Fidalgo e Leidy
Ferreira, que dominavam por completo as tabelas, assim como para a exibição de
encher o olho por parte da base Reem Moussa. Um desconto de tempo pedido pela
Ovarense, devolveu-lhe a tranquilidade necessária para entrar novamente no
jogo, quase sempre por intermédio das irmãs Raimundo, que eram o motor da sua
equipa. Chegou o intervalo com o CAD à frente por 4 pontos (34-38).

No terceiro quarto, a equipa
de laranja entrou melhor no jogo e cava um fosso de 12 pontos (38-50) para a
Ovarense, muito por culpa da excelente exibição de Leidy Ferreira. Terminou o
quarto com o resultado em 46-55.

No derradeiro quarto, a
Ovarense aumentou a pressão defensiva, mas sem efeitos práticos, mantando-se o
CAD Coimbra/Chelo na liderança do marcador até bem perto do final. A três
minutos do final, a Ovarense empata o jogo e, na jogada seguinte, Mafalda
Pompeu desbloqueia novamente o marcador com um triplo. Nesta fase, o CAD
abranda, inexplicavelmente, a dinâmica ofensiva, muito por culpa de ações
individuais, perdendo o controlo do jogo e dando uma vantagem de 3 pontos à
Ovarense, devido a uma falta antidesportiva de Cátia Soares. A 8 segundo do apito
final, Reem Moussa, num costa-a-costa, para na linha de 3 pontos e converte um
grande lançamento, que leva a partida para o prolongamento.

No tempo extra, o CAD foi
sempre mais forte, liderado exemplarmente pela sua base Reem Moussa e contando
com a inspiração de Maria João Andrade, que converteu 8 dos 13 pontos da equipa
neste período. O resultado final fixou-se em 80-82.

Vitória justa e merecida da
equipa do CAD Coimbra/Chelo, que esteve quase sempre na frente do marcador.

Na equipa da Ovarense,
destaques individuais para Ana Raimundo (20 pontos; 8 ressaltos; 8
assistências; 3 roubos de bola) e Gabriela Raimundo (23 pontos; 3 ressaltos; 2
assistências; 4 roubos de bola). No CAD, realce para as exibições de Reem
Moussa (19 pontos; 7 ressaltos; 4 assistências; 2 roubos de bola), Leidy
Ferreira (24 pontos; 10 ressaltos; 2 assistências; 1 desarme de lançamento) e
Irina Fidalgo (12 pontos; 10 ressaltos; 1 roubo de bola).