FEIRA DO MEL E DO CAMPO – Tradição e inovação são atrativos de um grande evento que promove produtos do concelho

0
5

O Largo Alberto Leitão, antigo Terreiro de Penacova, foi
durante anos, o palco da Feira do Mel, uma iniciativa do município de Penacova
que, ali, durante um fim-de-semana, juntava os produtores de mel locais. No
domingo da feira, após a missa, a população deslocava-se para o Terreiro,
comprava carne nos talhos locais que assava, num convívio a que
tradicionalmente se juntavam os associados da Casa do Concelho de Penacova em
Lisboa, que aqui se reuniam para o tradicional magusto com caruma, oferecido à
população pela Câmara Municipal.

Ao longo do tempo, o número de expositores foi
aumentando, tendo-se alargado, igualmente o âmbito e a temática do certame. O
evento passou a contemplar também os produtos do campo, valorizando a produção
local.

Assim, em 2010, dá-se o primeiro passo. A Feira, que
passou a designar-se Feira do Mel e do Campo, mudou igualmente de local,
tornando-se o Parque Verde António Marques o palco da mesma O evento passou a
contar com, para além do mel e seus derivados, expositores que trazem até à
Feira o que de melhor se produz no campo: chás e ervas aromáticas, produtos
agrícolas e fruta de cultura biológica, fumeiro tradicional, pão caseiro e
regional, frutos secos…

Em 2012, tendo a Feira ganho uma notoriedade que
ultrapassou as fronteiras do Concelho, a logística da mesma beneficiou de novo
alcance, passando a realizar-se dentro de uma tenda gigante, permitindo que
restaurantes locais a integrassem e assim promovessem a gastronomia local
típica da época: arroz de míscaros, sarrabulho ou chanfana. Paralelamente, o
certame passou a ser mais confortável para os seus visitantes.

Ao longo dos anos, a vertente de animação foi igualmente
evoluindo e, após um ano de interregno, a Feira do Mel e do Campo, regressa ao
Parque Verde António Marques, com um programa de animação bastante
diversificado, mas, a tradição mantém-se e, no domingo, dia 11, os membros da
Casa do Concelho de Penacova em Lisboa regressam para se associar ao
tradicional magusto oferecido pelo município.
João Azadinho – Vice Presidente da Câmara Municipal de Penacova






O “Roteiro do Arista”, que inclui uma
seleção de oito locais do concelho com importância na área do turismo, tantos
quantas as letras que formam a palavra “Penacova”, pretende recuperar a prática
que, no início do século XX, trazia a Penacova todos aqueles que buscavam a
qualidade do seu ar, num “admirável panorama de água, pinho e penedia“, tal como escreveu o poeta Vitorino Nemésio, a
quem os penacovenses dedicaram o Museu do Moinho, na Portela de Oliveira