CONFIANÇA – Penacova tem a sexta melhor água do distrito e uma das melhores do país

0
2


No último relatório da Entidade Reguladora dos Serviços
de Água e Resíduos (ERSAR) a qualidade da água no concelho de Penacova atingiu
os 99,66%.

No ranking distrital só a água no concelho de Condeixa-a-Nova
é que recebeu a pontuação máxima, tendo sido classificada como “água segura”. Condeixa-a-nova é assim o
único concelho da CIM Região de Coimbra que integra o grupo dos 34 concelhos de
Portugal continental (entre 278) com 100 por cento na avaliação que mede um
total de 60.

Miranda do Corvo (99,94%) e Figueira da Foz (99,91%) são os
concelhos que se seguem no pódio da qualidade. Coimbra está (apenas) na 9.ª
posição, entre os 17 concelhos do distrito, com 99,52%.

Três
concelhos preocupam

Apesar dos resultados satisfatórios, ainda assim existem
no distrito de Coimbra três com valores que preocupam. Arganil é o terceiro concelho de
Portugal continental com 94,93%, seguido de Trancoso com 94,16% e Sever do
Vouga com 93,76%.
Ainda no distrito de Coimbra, Mira com 97,33% e Góis com 97,76%,
são os outros dois concelhos classificados com o nível “amarelo” por terem
classificações abaixo dos 98%.

Características
da água

A presença de metais pesados, o cheiro ou sabor a cloro, a
dureza da água, a presença de pesticidas ou de sulfatos e a cor, são alguns dos
critérios utilizados para a análise da qualidade da água.

Refira-se que o nível de excelência que se atingiu na
qualidade da água é sustentado por um acompanhamento rigoroso da aplicação da
legislação pelos diferentes atores no processo (ERSAR, entidades gestoras,
autoridades de saúde e laboratórios), traduzido na crescente melhoria da
fiabilidade dos resultados analíticos.

Análises
regulares garantem a qualidade da água

No ano de 2017, a ERSAR realizou 70 ações de fiscalização
para verificar o cumprimento dos requisitos legais do regime da qualidade da
água para consumo humano.

Do total das ações de fiscalização, cerca de 70% foram
realizadas nas regiões Norte e Centro, onde ainda persistem alguns problemas
pontuais de qualidade da água, geralmente em pequenas zonas de abastecimento.

O relatório anual sobre o “Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano” referente
ao ano de 2017, bem como informação mais detalhada por município e por zona de
abastecimento, estão disponíveis em 
www.ersar.pt.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui