CONCURSO – Portugal vai eleger as 7 Maravilhas dos Doces

0
2


Eleger as 7 Maravilhas de Portugal é cada vez mais um ato
emotivo, uma tomada de posição sobre quem somos e de onde vimos.

O produto endógeno, a marca da terra, a preservação da
qualidade dos ingredientes e a capacidade que o país tem de inovar e de se
reinventar nas suas tradições são cada vez mais fatores distintivos nas
eleições 7 Maravilhas.

O doce que a avó fazia todos os Natais, o que se criou em
conventos e se manteve até aos nossos dias, aquela iguaria da terra que só se
come na Páscoa, o gelado que só se faz no verão com fruta da época, o pudim à
base da produção local, aquele docinho tradicional que só se encontra naquela
zona do país, e especialmente as inovações que privilegiam o que a terra dá.


São as memórias que fazem de Portugal um país de mestres
pasteleiros e as inovações que sabiamente introduzem os produtos únicos de cada
região na arte da doçaria que vai ser homenageada em 2019, com a eleição
das 7 Maravilhas dos Doces.

As candidaturas começaram no passado dia 7 de novembro e prolongam-se até 7 de março de 2019, e
são efetuadas online.
Todos se podem candidatar.

O regulamento explicita como são apresentadas as
candidaturas, bem como as categorias em que cada Doce se deve candidatar, de
forma a salvaguardar a diversidade de doces nacionais e a cumprir os critérios
de elegibilidade.

O Regulamento pode ser consultado AQUI.
Qualquer dúvida contactar a organização: nomeados@7maravilhas.pt