DECO – Orçamento natalício

0
5
Estamos oficialmente na
época do Natal, uma quadra festiva, que facilmente pode arruinar o orçamento
familiar. O período natalício é na realidade uma oportunidade para as empresas
incitarem junto dos consumidores o consumo descontrolado.
O consumidor é “bombardeado”
com publicidade que leva a comportamentos de compra impulsivos e que podem mais
tarde vir a criar grandes dificuldades económicas. É portanto necessário que o
consumidor esteja mais atento e que saiba fazer compras conscientes e
planeadas.
Aconselhamos que, para
evitar situações de endividamento excessivo, faça um planeamento cuidado dos
gastos durante esta época, nomeadamente elaborando um orçamento natalício onde
deverá contemplar os gastos com presentes, alimentação, decoração e eventos sociais.
Relativamente aos
presentes aconselhamos a:
  • Evitar compras de última hora e
    por impulso;
  • Efetuar comparações de preços e
    opções disponíveis;
  • Definir uma lista de pessoas a
    quem vai oferecer presentes e quais os valores que pode despender;
  • Efetuar compras online, pois
    permite uma comparação de preços e opções mais cuidada, evita gastos com
    deslocações e uma tomada de decisão mais ponderada;
  • Oferta de presentes em
    conjunto, dividindo os gastos, ou oferta de um presente por família ou
    apenas às crianças.
A decoração sendo parte essencial da quadra é uma excelente oportunidade de
promover a criatividade. Recicle os objetos decorativos de ano para ano,
controlando desta formas alguns gastos supérfluos. Se tem por hábito ao longo
do mês festejar a quadra com os amigos, opte por fazê-lo em casa e partilhando
os gastos.
Aconselhamos por fim a que não gaste o subsídio de Natal todo nas compras
natalícias, e que o canalize também para a poupança. Uma gestão eficaz do
orçamento ira prevenir o endividamento excessivo evitando a instabilidade
financeira. 
Isa Tudela
Gabinete de Projetos e Iniciativas
DECO Coimbra
Os leitores interessados em obter esclarecimentos relacionados com o
Direito do Consumo, bem como apresentar eventuais problemas ou situações, podem
recorrer ao Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO, bastando, para isso,
escreverem para a DECO – Rua Padre Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317
Coimbra.

.