PINHAL INTERIOR – Municípios aprovam criação do novo sistema de água e saneamento e recolha de lixo

0
3

A constituição do sistema intermunicipal de água,
saneamento de águas residuais e de recolha de resíduos sólidos urbanos, bem
como a constituição da empresa APIN – Empresa Intermunicipal de Ambiente do
Pinhal Interior, EIM, tem reunido consensos. Prova disso é o facto de três
executivos municipais – Lousã, Penela e Alvaiázere – cujas maiorias são de
forças partidárias diferentes (Lousã – PS; Alvaiázere e Penela – PSD) terem
aprovado, por unanimidade, todo o processo.

Sistema
vai abranger 11 municípios

Este sistema – cujos estudos e intenção de constituição tinham sido já aprovados pelos executivos e assembleias municipais – irá
abranger os concelhos de Alvaiázere, Ansião, Castanheira de Pera, Figueiró dos
Vinhos, Góis, Lousã, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Penela e
Vila Nova de Poiares e tem como objetivo contribuir para a sustentabilidade
técnica e económico-financeira dos serviços de abastecimento de água e de
saneamento destas autarquias da região de Coimbra e de Leiria.

Constituição
da empresa está em curso

Destaque-se que, na proposta aprovada, fica ainda
definido que a condução de todo o processo e interação com as entidades
competentes – até à constituição formal da empresa intermunicipal – será da
competência dos municípios de Penela, Lousã e Penacova.

Com esta solução, procura-se dar resposta ao exigente
desafio de conferir escala e qualidade ao serviço – através da agregação dos
serviços de vários municípios vizinhos, numa única entidade profissional
exclusivamente dedicada aos serviços de água, saneamento e resíduos urbanos –
e, também, responder às exigências atuais, que exigem uma mudança no modelo de
gestão, capaz de gerar eficiência e sustentabilidade económica e financeira,
eliminando as dificuldades sentidas pelos municípios na gestão destes serviços,
refere nota divulgada pela Câmara da Lousã.