ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS – ClimAgir já chegou a dois milhares de jovens da Região de Coimbra

0
3

Dois milhares de
alunos das escolas da Região de Coimbra receberam as iniciativas do projeto
ClimAgir, que visa a sensibilização para as alterações climáticas da Comunidade
Intermunicipal Região de Coimbra, tendo sido distribuídos cerca de dois mil
sobreiros para replantação, em novembro e dezembro.
As ações decorreram
junto de 85 turmas do Ensino Básico e Secundário dos concelhos da Figueira da
Foz, Lousã, Montemor-o-Velho, Cantanhede e Mira, nos primeiros dois meses que
se seguiram à apresentação formal do projeto, na Mealhada e que contou com
o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel
Freitas.
A 24 de novembro, a
CIM RC assinalou como uma ação do projeto ClimAgir o Dia da Floresta Autóctone,
no Parque Urbano da Lousã, onde foram plantados sobreiros, na presença do
secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins e o presidente da CIM Região
de Coimbra, João Ataíde.
O Bolotas integrou
também, por quatro vezes ao longo do mês de dezembro, a animação do Castelo
Mágico, em Montemor-o-Velho, no âmbito das comemorações de Natal. Também
no mesmo âmbito, mas em Penela, o ClimAgir marcou presença, a 15 de dezembro,
junto ao Penela Presépio, desta vez com a Tenda ClimAgir, que recebeu cerca de
400 visitantes, de diversas idades, nas suas atividades e jogos didáticos sobre
as alterações climáticas e a preservação da floresta autóctone.
Até setembro de 2019,
o ClimAgir promove a Ação Escolas nos restantes 14 concelhos da Região de
Coimbra, e continuará com a presença da Tenda ClimAgir, nos 18 municípios.
Durante o verão, as ações decorrem nas praias. Ainda este ano, a CIM RC irá
promover a Ação Saúde Pública ClimAgir destinada a Técnicos de Saúde, Técnicos
dos Municípios, Auxiliares de Lares de Idosos, Estabelecimentos de Ensino.
O ClimAgir surge como uma das medidas específicas previstas no
Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas (PIAAC), documento
estruturante que contempla o conhecimento das especificidades setoriais
(Agricultura, Alimentação, Florestas, Biodiversidade, Recursos Hídricos,
Estuários e Zonas Costeiras, Infraestruturas e Energia, Turismo e Saúde
Humana), avaliação da vulnerabilidade atual e futura às alterações climáticas e
identificação, definição e priorização de medidas de adaptação específicas para
o território da CIM Região de Coimbra.

O ClimAgir é executado no âmbito da candidatura “Reforço das Capacidades de
Adaptação às Alterações Climáticas – Ações de Comunicação e Sensibilização na
CIM-RC”, financiado pelo POSEUR, Portugal 2020 e Fundo de Coesão.